Notícias

Fontes renováveis de energia serão as únicas a crescer em 2020

Compartilhe:     |  30 de maio de 2020

A demanda mundial por eletricidade diminuiu. Mesmo assim, a geração de fontes renováveis, como solar, eólica e hidrelétrica, pode aumentar quase 5% em 2020. Pode não parecer muito, mas a previsão contrasta com todas as outras fontes de energia – que devem cair. A estimativa é da Agência Internacional de Energia (AIE).

Em alguns países, durante o lockdown, a demanda de eletricidade foi reduzida em 20% ou mais. A demanda caiu sobretudo para fontes não renováveis, como carvão e gás. Também a energia nuclear foi afetada. Entretanto, a produção de fontes renováveis ​​não é afetada pela demanda e isso significa que tais fontes são as mais resilientes às medidas restritivas para contenção da Covid-19, segundo a AIE.

A pandemia chegou em um momento favorável para o setor: nos três primeiros meses de 2020, o uso global de energia renovável aumentou cerca de 1,5% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

“O número foi impulsionado por um aumento de cerca de 3% na geração de eletricidade renovável, após projetos de mais de 100 GW de energia solar fotovoltaica e cerca de 60 GW de energia eólica terem sido concluídos em 2019. Além disso, a disponibilidade eólica foi alta na Europa e nos Estados Unidos no primeiro trimestre de 2020”, explica a AIE.

Destaques

Além da boa atuação até agora, a Agência de Energia prevê um bom desempenho ao longo do ano. Das fontes renováveis, a energia solar fotovoltaica é a que deve aumentar mais rápido neste ano.

A geração solar é impulsionada, sobretudo, por pequenas e médias empresas, que são os maiores representantes da geração distribuída solar fotovoltaica. A instalação de placas solares reduziu com a adoção de medidas de isolamento social, o que não será empecilho após a flexibilização de tais restrições.

De modo geral, a agência ressalta que a produção de eletricidade renovável depende em grande parte da disponibilidade de recursos naturais, uma vez que o clima é o principal determinante da energia hidrelétrica, eólica e solar fotovoltaica. É neste sentido que a produção de energia hidrelétrica é preocupante, mesmo com todas suas desvantagens, ela responde por quase 60% de toda a geração renovável global, mas depende de chuvas e padrões de temperatura cada vez mais incertos.

Neste 29 de maio, em que se celebra o Dia Mundial da Energia, também é importante lembrar que a transição para fontes renováveis deve ser parte da estratégia dos governos para reduzir as emissões globais de CO2. Uma pequena amostra já tivemos com a parada forçada causada pelo novo coronavírus. Mas, como bem frisa a Agência Internacional de Energia, este declínio das emissões sem precedentes pode ser somente temporário sem mudanças estruturais.

A análise completa Global Energy Review pode ser conferida online (em inglês).



Fonte: CicloVivo - Marcia Sousa



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais