Cursos e Congressos

Fórum de Sustentabilidade das Cidades Históricas será todo virtual

Compartilhe:     |  20 de junho de 2020

Evento acontece de 29 de junho a 3 de julho e terá palestras, cases de sucesso e minicursos gratuitos

Por PAULO CAMPOS

A quinta edição do Fórum de Sustentabilidade das Cidades Históricas, que acontece de 29 de junho a 3 de julho, será o primeiro todo virtual. As inscrições já estão abertas, e as palestras, debates, apresentação de cases de sucesso e minicursos são gratuitos.

“Utilizar a tecnologia que temos no nosso dia-a-dia para o aprendizado ainda está sendo um grande desafio para nós da comunidade acadêmica”, afirma Paulo Vieira, professor e chefe de Departamento de Engenharia Urbana da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e coordenador técnico do fórum.

Cada edição do fórum aborda um tema comum entre as 30 cidades que formam a Associação das Cidades Históricas. O tema dessa edição, segundo Vieira, será o planejamento municipal para o desenvolvimento sustentável das cidades históricas. A escolha da temática vem em função da eleições municipais deste ano.

“Queremos contribuir com as principais políticas públicas àqueles que vão concorrer às eleições para que as contemplem em seus planos de governo, como também instruir a sociedade daquilo que é importante para o planejamento municipal”, enfatiza o professor da Ufop.

Uma das contribuições do fórum é a formulação e o fortalecimento de políticas públicas voltadas para as áreas do urbanismo, do patrimônio cultural e turístico, do trabalho, emprego e renda. “Estamos abordando os três pilares do desenvolvimento sustentável: socio-econômico, cultural e ambiental”, destaca Vieira.

Pandemia

O fórum ainda vai discutir a situação das cidades históricas impactadas pela pandemia de coronavirus e as perspectivas pós-pandemia. Segundo levantamento do Ministério do Turismo, a retomada turismo se dará pelo turismo regional.

Paulo Vieira reconhece que esse é um dos temas que não poderá ser ignorado. “Eu tento ser o máximo possível pé no chão para definir o ‘novo normal’, tendo em vista esse sentimento, essa percepção, de que precisamos de mais elementos para conhecer e definir como será pós-pandemia”, pondera.

Carta Manifesto

Após o fim do fórum, como nas edições anteriores, será elaborada uma Carta Manifesto com as ações propositivas a serem adotadas pelas cidades históricas em suas agendas de políticas públicas para torná-las mais sustentáveis.

Outra contribuição é um observatório com os principais indicadores econômicos, sociais e ambientais dessas cidades, que servirão para nortear os futuros gestores.

Paracatu

Neste ano, como a pandemia impediu a realização da edição em Paracatu, como estava programado, a cidade será um dos destaques da programação. A apresentação de Cases de Sucesso foi criada pelo fórum para mostrar bons exemplos de políticas públicas.

Como as cidades não conseguiram inscrever seus cases por conta do isolamento, no dia 2 de julho a apresentação será voltada para as ações bem-sucedidas de políticas públicas da cidade do noroeste do Estado.

Sobre as expectativas de participação, até ontem já eram mais de 200 inscritos. “Estamos sentindo apenas falta de interagir com as pessoas, por conta do isolamento. A internet é o único caminho para a gente se aproximar no momento”, reconhece Vieira.

O fórum, enfatiza ele, não é um evento exclusivamente acadêmico. “A universidade ajuda a organizá-lo junto com a associação, mas todas as atividades possuem profissionais de diversas áreas. Trata-se de uma gestão colaborativa, com a participação de toda sociedade”, destaca.

Online

Os três painéis de debates serão realizados em formato de webinar, ou seja, videoconferência entre os palestrantes por meio do Google Meet, com a transmissão ao vivo em canal do fórum no YouTube.

O mesmo procedimento será utilizado na apresentação dos três cases de sucesso, que será aberta à participação do público com perguntas e comentários por meio do chat do canal do fórum no YouTube.

Para os minicursos serão  disponibilização de materiais (vídeos aulas e textos) nas plataformas do Google Sala de Aulas, Google Drive, Google Meet ou Zoom. O número de inscritos é limitado.

A programação está disponível online. Acesse AQUI.

As inscrições podem ser feitas no site do evento.



Fonte: O Tempo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais