Notícias

Frutas, legumes e verduras correspondem a apenas 4% da alimentação do brasileiro

Compartilhe:     |  12 de novembro de 2020

Apesar do avanço das dietas sem carne no Brasil, com 14% da população se declarando vegetariana, o consumo de alimentos de origem vegetal ainda é baixo entre brasileiros. Um estudo realizado pelo professor de Economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Walter Belik, mostra que frutas, legumes e verduras compõem apenas 4% do consumo alimentar da população.

O estudo também mostra que apenas dez alimentos concentram metade do consumo dos brasileiros, o que evidencia a falta de diversidade na alimentação. Arroz, feijão, pão francês, carne bovina, frango, banana, leite, refrigerantes, cervejas e açúcar cristal compõe mais de 45% do cardápio das pessoas.

“A manutenção do arroz, como carboidrato, e do feijão, como proteína vegetal, é algo já esperado para o cardápio do brasileiro. Mas o que chama a atenção é a prevalência da cerveja, dos refrigerantes e do açúcar cristal. São itens que, numa alimentação equilibrada, devem ser consumidos apenas esporadicamente”, afirma Mariana Staut Zukeran, nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein, em entrevista ao UOL.

“Não tem diversidade de vegetais, faltam legumes, variedade de frutas, e alimentos ricos em fibra”, completa. Enquanto isso, alimentos industrializados tiveram um crescimento na mesa do brasileiro, especialmente nas classes mais altas. Enquanto o consumo de alimentos in natura caiu 7% entre 2002 e 2018, os processados e ultraprocessados subiram 18% e 46%, respectivamente.

As causas para a atual alimentação pouco diversa no país são muitas, mas pesquisadores destacam o grande incentivo à monocultura e à pecuária, que limitam a escolha do brasileiro.

“A compra excessiva de carne acaba envolvendo essa engrenagem. A pecuária ocupa quase três vezes maior que a agricultura, que, por sua vez, mesmo num espaço mais reduzido, ainda é responsável por oferecer um maior número de proteína e energia à população”, afirma Vinicius Guidotti, coordenador de Geoprocessamento do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). Atualmente, a pecuária ocupa uma área quase três vezes maior que a agricultura no Brasil.



Fonte: Portal Veg - Por Luísa Fragão



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais