Notícias

FSC e TETO viabilizam uso de madeira certificada em moradias de emergência

Compartilhe:     |  18 de outubro de 2014

O FSC® (Forest Stewardship Council®) e a organização TETO – Brasil, que atua em comunidades de baixa renda com o intuito de superar a situação de pobreza em países latino-americanos, selaram uma parceria para que todas as residências construídas pela entidade no Brasil sejam feitas com madeiras certificadas. Hoje, o FSC é único sistema de certificação florestal que leva em conta, de forma igualitária, aspectos econômicos, sociais e ambientais.

“Quando um projeto social que garante direitos à moradia escolhe, em seu processo de construção, produtos que também garantem direitos sociais, ambientais e econômicos, isso é muito importante. E essa é a força da parceria: duas formas de lutas se fortalecendo, FSC Brasil e TETO”, afirma Fabiola Zerbini, secretária do FSC Brasil. “Fecha um ciclo positivo que começa na floresta e termina num projeto de cunho social importante”.

Há 20 anos promovendo o manejo florestal responsável ao redor do mundo, o FSC está, desde 2001, oficialmente, também aqui no Brasil. E apesar de ter as florestas no centro de sua missão, o sistema também é sensível às causas sociais. O mesmo acontece com o TETO, que trabalha em conjunto com moradores e jovens voluntários para estimular a organização e a geração de soluções para os problemas da comunidade.

Madeira certificada

“Melhorar a qualidade e durabilidade da moradia que construímos é um grande objetivo do TETO. Contar com parcerias como a do FSC é fundamental. Usar madeira certificada, além de nos trazer tranquilidade sobre o meio ambiente, nos traz credibilidade e garantia de um bom trabalho com as comunidades em longo prazo”, destaca Denis Pacheco, diretor de construções do TETO Brasil. De abril de 2013 a agosto de 2014, praticamente todas as casas emergenciais feitas pelo TETO no Brasil usaram madeira certificada.

O entrave, atualmente, é a falta de fornecedores em alguns estados, como o Rio de Janeiro. Um dos gols da parceria, portanto, será ampliar essa rede e garantir 100% de casas certificadas.



Fonte: EcoD



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Saiba como cuidar do seu pet em tempos de coronavírus

Leia Mais