Notícias

Fundo agrícola da ONU promove intercâmbio em turismo rural na Paraíba

Compartilhe:     |  22 de maio de 2019

Experiências bem-sucedidas de comunidades rurais no interior da Paraíba servirão de exemplo para moradores de outros estados do Nordeste no “Intercâmbio com foco no Turismo Rural no Semiárido — Conhecer, Valorizar e Manter o Semiárido Brasileiro”. A iniciativa passará pelos municípios de Areia, Boqueirão e Cabaceiras entre 27 de maio e 1º de junho, com encerramento na Festa do Bode Rei.

O evento terá a participação de cerca de 30 pessoas de cinco estados do Nordeste beneficiárias de projetos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas no Brasil.

O intercâmbio é uma realização do FIDA e do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), por meio do programa Semear Internacional, em parceria com o governo do estado da Paraíba, por meio do projeto PROCASE, e a Corporação PROCASUR.

A comitiva visitará as cidades selecionadas para conhecer iniciativas com forte potencial turístico em suas regiões, e que recebem o apoio do PROCASE. A intenção é mostrar aos visitantes como cada lugar se desenvolveu dentro do turismo rural.

“Acreditamos que as belezas naturais e humanizadas que existem no Semiárido podem ser facilmente usadas a favor da potencialização do turismo rural e ecológico, alavancando assim a economia e a cultura local”, disse a gerente de gestão do conhecimento do programa Semear Internacional, Aline Martins.

O Semear Internacional é um programa fruto de uma doação do FIDA para o Brasil que trabalha com gestão do conhecimento, monitoramento, avaliação e comunicação junto aos projetos apoiados pelo FIDA na região semiárida do Nordeste do país. A iniciativa atua por meio de capacitações, intercâmbios e difusão das boas práticas presentes nestes projetos em todo o Brasil e em países da América Latina e África.

“Nestas comunidades, produtoras e produtores rurais vêm se tornando empreendedores, e junto com os governos municipal e estadual e com apoio do PROCASE e do FIDA, estão fazendo um ótimo trabalho nesse sentido”, completou Aline.

Ao todo, serão seis visitas, nas quais a comitiva irá conhecer, no município de Areia, o Projeto Flores Vila Real, que se destaca pelo protagonismo feminino e práticas de sucesso em seus sistemas produtivos; e o Restaurante Vó Maria que oferece refeições com produtos locais provenientes da agricultura familiar.

Na cidade de Boqueirão, as Crocheteiras do Marinho e Lajedo Marinho receberão os intercambistas para falar sobre como inseriram a produção e a venda das peças na cadeia turística local. Já na sede do Coletivo Asa Cariri Oriental (Casaco), que lida com práticas agroecológicas envolvendo mais de 30 propriedades da agricultura familiar, serão apresentadas as maneiras com as quais os produtores desenvolveram a produção e a venda dos produtos.

Seguindo para o município de Cabaceiras, a comitiva visitará a sede da Cooperativa dos Curtidores e Artesãs de Couro de Ribeira de Cabaceira (ARTEZA), que usa tecnologias sociais sustentáveis na manipulação de peles de ovinos e caprinos.

O intercâmbio será encerrado no primeiro dia da Festa do Bode Rei, em 31 de maio, no tradicional evento da região e local de encontro de produtores e comunidades locais. Os participantes terão a oportunidade de fazer um tour pelos bastidores do evento e conhecer montagem, estrutura e logística.



Fonte: ONUBr



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais