Notícias

Girafa pode entrar em lista de animais ameaçados nos EUA

Compartilhe:     |  9 de maio de 2019

Apesar de poder ser encontrada em zoológicos brasileiros, as girafas são originárias da savana africana. Elas atualmente habitam 21 países africanos, já tendo sido extirpadas de pelo menos sete países. Algumas populações são estáveis ​​ou crescentes, enquanto outras estão em declínio. É sobre o segundo caso que um departamento dedicado a preservar a vida selvagem, nos Estados Unidos, vai se debruçar.

O “Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA”, após inúmeras petições de ONGs, vai revisar a possibilidade de incluir o Arizona eryngo, uma planta endêmica do estado do Arizona, e a girafa na Lei de Espécies Ameaçadas (ESA) dos Estados Unidos. O argumento é que há ameaças potenciais associadas ao desenvolvimento, agricultura e mineração.

Uma coisa interessante é que a ESA permite que os cidadãos solicitem o acréscimo de novas espécies à Lista de Animais Selvagens e Plantas Ameaçadas, remova espécies da lista e reclassifique espécies já incluídas na lista. No caso da petição sobre as girafas, os autores ressaltam ainda o comércio comercial, caça recreativa, caça furtiva, doenças, pequenas populações e isolamento genético como justificativas para incluí-la na lista de espécies ameaçadas de extinção.

Mundialmente, a população de girafas sofreu redução de 40% nos últimos 30 anos. Devido à perda de habitat e caça ilegal, desde 2016 a espécie está classificada como “vulnerável” na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza.



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais