Notícias

Golfinho achado morto em Santos: mais uma vítima da pesca e poluição

Compartilhe:     |  4 de fevereiro de 2016

Um golfinho da espécie Sotalia guianensis foi encontrado morto no sábado (30) na faixa de areia próxima ao Emissário Marinho de Santos (SP). O Instituto Gremar,  que trabalha com resgate de aves, tartarugas e mamíferos marinhos na região da Baixada Santista, foi contatado para dispor do animal.

Rosane Farah, bióloga responsável do Instituto Gremar, explica que ao longo dos anos são encontrados animais mortos ou feridos nas praias da região. “As principais ameaças aos animais marinhos são as capturas acidentais em redes de pesca e a poluição. Há muito lixo nas praias. Falta conscientização. Se cada um recolher seu lixo e fizer a destinação adequada, com certeza nossos oceanos estarão mais protegidos e consequentemente os animais marinhos também, além de podermos usufruir de praias mais limpas e agradáveis”.

Lixo encontrado nos estômagos de tartarugas surpreende. Foto: Instituto Gremar

Apesar da pesca de golfinhos e suas variedades ser proibida no Brasil desde 1963, muitos animais se enroscam e se ferem nas redes armadas para captura de peixes. Também é comum animais marinhos ingerirem plásticos duros e moles que flutuam nas águas e morrerem por isso.

Segundo a bióloga, o Instituto recolheu das praias, somente este ano, 24 animais vivos (22 aves e duas tartarugas) e 78 animais mortos (19 aves, 52 tartarugas e 7 golfinhos).



Fonte: ((o))eco - Por Fabio Pellegrini



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Educação canina para iniciantes: 5 dicas

Leia Mais