Notícias

Grupo Malwee transforma 20 milhões de garrafas PET em moda

Compartilhe:     |  10 de maio de 2016

Com a mesma qualidade de uma peça convencional, as roupas produzidas com malha PET contribuem com a preservação ambiental e o consumo consciente.

De resíduo para o mundo fashion, a garrafa PET se tornou matéria-prima e, hoje, está presente nas coleções que vestem milhares de consumidores em todo o planeta. Usado pelo Grupo Malwee, uma das principais empresas do segmento no país, o fio produzido a partir desse material foi inserido no processo produtivo em 2011. Desde então, a companhia já transformou 20 milhões de PET em moda. Se colocadas lado a lado, a quantidade de garrafas equivale a 6.800 quilômetros: distância de ida e volta da unidade do grupo em Jaraguá do Sul/SC até Pacajus/CE.

Tão confortável quanto uma peça tradicional, as roupas feitas com fio poliéster proveniente das embalagens plásticas são semelhantes às convencionais. A variedade de peças desenvolvidas no Grupo Malwee é grande e a coleção Outono-Inverno 2016 das marcas contemplam nove modelos diferentes. Todas as roupas são criadas a partir da análise da equipe da companhia, que está alinhada com as tendências de moda.

Com apenas uma garrafa PET de 600 ml é possível fazer uma camiseta adulta e, com quatro, uma calça comprida. Cada peça confeccionada retira uma garrafa da natureza e representa um passo em prol do futuro mais sustentável. Para fortalecer ainda mais esse projeto, o Grupo Malwee desenvolveu parcerias com fornecedores envolvendo mais de 50 entidades, que recolhem e separam as garrafas por cores para sem trituradas e transformadas em fio.

Dentro da fábrica, o processo produtivo é o mesmo e não gera custo adicional à empresa. A garrafa PET transformada em matéria-prima combinada ao fio de algodão ou algodão desfibrado equivale a uma peça nova tão confortável e bonita quanto a uma tradicional. Com textura, corte e caimento semelhantes, o detalhe está na consciência ambiental.

“Ao mudar o destino das garrafas PET que costumam ser descartadas em locais inadequados, favorecendo alagamentos, mortes de animais marinhos, ou então, em lixões e aterros sanitários, onde o material leva mais de 400 anos para se decompor, o Grupo Malwee também ajuda a preservar os recursos naturais, pois a matéria-prima reciclada substitui o material virgem”, explica a gestora de Sustentabilidade da empresa, Taise Beduschi.

Moda sustentável

O uso de matérias-primas recicladas faz parte do DNA do Grupo Malwee, que tem como objetivo engajar o público a abraçar iniciativas responsáveis com a natureza e com a sociedade. O compromisso com o meio ambiente e o consumo consciente faz parte da história da companhia que, em 2015, lançou o Plano 2020 e formalizou a gestão da empresa para a sustentabilidade em toda a cadeia de valor.

Inovação e consumo consciente

Para atender as expectativas dos consumidores, o Grupo Malwee investe cada vez mais em inovação. Baseado no conceito de Open Innovation, a empresa tem firmado parcerias com Universidades e Centros de Pesquisa no Brasil e exterior para estudo e desenvolvimento de novas tecnologias e processos inovadores e sustentáveis na moda. Desse trabalho nasceram inovações como o uso da malha pet, malha biodegradável e algodão desfibrado. Além disso, em 2014, a companhia foi pioneira no mercado nacional ao lançar a jaqueta com tecnologia wearable, que – por meio de controles na manga – permite a reprodução de músicas e entendimento de ligações em smartphones.

Sobre o Grupo Malwee

Com 47 anos de existência e 10 mil colaboradores, o Grupo Malwee é uma das principais empresas de moda do Brasil e realiza a gestão das marcas: Malwee, Malwee Brasileirinhos, Carinhoso, Puket, Scene, Enfim, Wee!, Liberta, Zig Zig Zaa e Mercatto. Destaca-se pelo pioneirismo e notória atuação no campo da sustentabilidade, incorporando tecnologias e processos inovadores que vão do reaproveitamento de garrafas PET como matéria-prima, ao reuso de até 200 milhões de litros de água por ano no processo produtivo. O Grupo conta com 8 unidades fabris, 40 mil pontos de vendas multimarcas e mais de 350 lojas monomarca.



Fonte: Envolverde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais