Notícias

Há museus oceanográficos e de pesca nos estados de SP, SC, RS e RJ

Compartilhe:     |  12 de julho de 2014

As férias de julho estão aí e, com elas, aquele tempo livre tão esperado para fazer programas bacanas, sem pressa, aproveitando ao máximo tudo que um bom passeio pode oferecer quando a gente está de “cuca fresca”. Preparamos um guia rápido para que você possa desvendar os mistérios e a beleza do mar. Abaixo uma pequena lista de museus cujo acervo é voltado para tudo de fascinante que os oceanos podem nos oferecer.

Museu de Pesca – Santos/SP

A réplica em tamanho real de um casal de albatrozes é uma das novidades do acervo do Museu de Pesca, que reabre as portas após nove meses de uma reforma completa e volta a fazer parte do roteiro cultural da Baixada Santista. Os visitantes terão acesso a espécies raras de tubarões, coleções de conchas, areias brasileiras, corais e aves marinhas.

A famosa sala dos Mamíferos Marinhos com o esqueleto de Baleia Fin (Balaenoptera physalus), que mede 23 metros de comprimento e pesa sete toneladas também está de cara nova.

Construído em 1908, o Museu estava fechado desde setembro de 2013 e recebeu um investimento de 1,7 milhão de reais para voltar à ativa. A Bayer patrocinou a pintura de todo o local. Portas e janelas foram recuperadas, assim como a estrutura para receber a instalação de um elevador, completando a adequação do prédio para acessibilidade. O museu conta ainda com alas de pesquisas e projetos desenvolvidos pelo Instituto de Pesca, além de exposições temporárias.

Horário: de quarta a domingo, das 10h às 18h
Local: Av. Alm. Saldanha da Gama, 192 – Ponta da Praia, Santos/SP
Telefone: (13) 3261-5260
Site: http://www.pesca.sp.gov.br/museu.php

Museu Oceanográfico da Furg – Rio Grande/RS

O Museu Oceanográfico “Prof. Eliézer de Carvalho Rios” deu origem ao Complexo de Museus e Centros Associados da Universidade Federal de Rio Grande/RS. Fundado em 1953, mantém exposição pública permanente sobre a vida e a dinâmica dos oceanos, apresentada em painéis, maquetes, aquários e diversos equipamentos utilizados em pesquisas oceanográficas.

Atualmente, a coleção de conchas e moluscos tem mais de 51 mil lotes. É considerada a mais importante da América Latina e foi organizada pelo diretor-fundador do museu, professor, Eliézer de Carvalho Rios.

Fazem parte do Centro de Museus da Furg também o Museu Náutico e o Museu Antártico, cujas instalações são uma reprodução da primeira sede da Estação Antártica “Comandante Ferraz”. No acervo, painéis e fotos que falam sobre a conquista do continente gelado, a dinâmica da vida e dos mares no Polo Sul, assim como o esforço do Brasil em manter uma base por lá. O acervo conta também com objetos usados pelos brasileiros e amostras geológicas e biológicas da Antártica.

Horário: de terça a domingo, das 9h às 11h30 e das 14h às 18h
Local: Rua Capitão Heitor Perdigão, 10, Rio Grande/RS
Telefone: (53) 3230-5364
Site: http://www.museu.furg.br/index.html

Museu da Furg, em Rio Grande/RS
Museu da Furg, em Rio Grande/RS

Museu Oceanográfico Univali (Movi) – Campus de Piçarras/SC

O Museu Oceanográfico Univali (Universidade do Vale do Itajaí) ganhou novas instalações no Campus Univali de Piçarras em um prédio amplo e moderno. A área ocupada pelo museu é de 4 mil m 2, fazendo dele um dos maiores da América Latina.

O acervo é dividido em cinco coleções principais: invertebrados marinhos, peixes, répteis marinhos, aves marinhas e mamíferos marinhos.

A biblioteca do Movi conta com cerca de 500 títulos de periódicos e mais de 1000 livros técnicos, além de uma seleta coleção de artigos científicos relativos às áreas de pesquisa do museu: Ictiologia, Mastozoologia Marinha, Herpetologia Marinha, Ornitologia Marinha e Invertebrados Marinhos. O museu também abriga o Ceantar (Centro de Estudos Antárticos).

Local: Rua Sambaqui, 318, bairro Santo Antônio – Balneário de Piçarras/ SC
Telefone: 0800-7231300
Site: http://www.univali.br/institucional/museu-oceanografico-univali/Paginas/default.aspx

Museu Oceanográfico do Iousp – São Paulo/SP

Aberto ao público em dezembro de 1988, o Museu Oceanográfico tem como objetivo difundir a ciência dos oceanos e as pesquisas desenvolvidas pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, que dá suporte às atividades de Ensino Fundamental e Ensino Médio do Estado de São Paulo por meio da extensão de serviços à comunidade.

O Museu mantém sua exposição permanente com um acervo dividido em módulos que evidenciam a biodiversidade dos oceanos. O visitante pode obter informações sobre as diversas embarcações utilizadas pelo Instituto Oceanográfico em suas pesquisas, tais como o Navio Oceanográfico Prof. W. Besnard, os barcos de pesquisa Veliger II e Albacora e também a traineira Camboriú, a primeira embarcação adquirida pelo Iousp, em 1954, utilizada em pesquisas na região de Cananeia e Iguape e que hoje faz parte do acervo do Museu.

Horário: de terça a sexta, das 9h às 17h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h
Local: Praça do Oceanográfico, 191, Cidade Universitária USP – São Paulo/SP
Telefone: (11) 3091-6587 e 3091-7149
Site: http://www.io.usp.br/

Museu Oceanográfico de Arraial do Cabo/RJ

O Museu Oceanográfico do IEAPM (Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira) iniciou suas atividades a partir de 1982, na sede do antigo Projeto Cabo Frio. Inicialmente o objetivo era exibir o esqueleto de uma orca de 6 metros de comprimento que encalhou e morreu na Ilha do Cabo Frio em 1981. Na época diversos esforços foram aplicados para o salvamento da baleia. As maiores atrações do museu são o esqueleto da orca e o peixe-rei capturado na Praia Grande em 1990.

Horário: de terça a sexta, das 9h às 17h; sábados e feriados, das 13h às 18h
Local: Praça Daniel Barreto (Praça do Cova), s/n – Praia dos Anjos – Arraial do Cabo/RJ
Telefone: (22) 2622-9026 e 2622-9087
Site: http://www.arraialdocabo.com.br/museu-oceanografico-de-arraial-do-cabo/



Fonte: Bayer Brasil



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais