Notícias

Hoje é o Dia Internacional da Juventude! Jovens representam cerca de 25% da população

Compartilhe:     |  12 de agosto de 2014

Para marcar as comemorações do Dia Internacional da Juventude, celebrado mundialmente nesta terça-feira, 12 de agosto, a ONU organiza um dia de eventos na Casa da ONU, em Brasília, com o tema Jovens Negros contra o Racismo e pela Paz, com a presença do coordenador residente do Sistema das Nações Unidas ONU no Brasil, Jorge Chediek, e de representantes de vários outros organismos da ONU.

Das 9h às 12h30, jovens grafiteiros do Distrito Federal criarão um painel comemorativo sobre o tema nos muros do Complexo Sergio Vieira de Mello – com inauguração prevista para às 17h. Das 14h30 às 17h, haverá um debate com jovens – mediado pelo apresentador e sociólogo Big Richard – sobre temas em destaque na agenda da juventude brasileira, como preparação para uma campanha nacional de sensibilização sobre a Juventude Negra e a Paz, que será lançada em novembro deste ano pela ONU.

A Juventude no Brasil

Uma em cada cinco pessoas vivendo hoje no planeta tem entre 15 e 24 anos e quase 85% dessa população jovem vive em países em desenvolvimento. No Brasil, segundo o Censo de 2010, os jovens de 15 a 29 anos representam cerca de 25% da população e formam um grupo bastante heterogêneo. Além da diversidade, a desigualdade é um elemento marcante deste grupo, fortemente influenciada pelo preconceito, pela discriminação racial e pelo racismo.

A Agenda Juventude Brasil: Pesquisa Nacional Sobre Perfil e Opinião dos Jovens Brasileiros 2013, publicada pela Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), mostra que seis em cada dez jovens se declararam pretos (15%) ou pardos (45%). Segundo o mesmo levantamento, existe um fator que está no topo da preocupação desses jovens: a violência.

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 12 de agosto como Dia Internacional da Juventude. A celebração tem por objetivo promover o debate e sensibilização sobre temas relacionados à agenda da juventude.

Os números justificam esta preocupação. Segundo estimativas de População Residente do Datasus/MS de 2012, o Brasil tem população jovem de 52,2 milhões de pessoas. Dados do mais recente do levantamento feito pelo Datasus mostram que, em 2012, mais de 30 mil morreram em razão de homicídios, o que representa mais da metade dos homicídios no Brasil (53,38%). Deste grupo, 77,02% das vítimas são negras. O número de homicídios de jovens negros é três vezes maior que de jovens brancos.

As ações do Dia Internacional são organizadas pelo Grupo Assessor da ONU sobre Juventude, composto por nove organismos do Sistema ONU no Brasil (Pnud, Unicef, Unesco, UNFPA, ONU Mulheres, UNODC, OIT, ONU-Habitat e UNV), pela Secretaria Nacional da Juventude (SNJ) e por organizações da sociedade civil representadas pelo Conjuve. O evento contará com a presença do coordenador Residente do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek, e de representantes dos organismos da ONU que compõem o Grupo.

A ONU e a Juventude

As Nações Unidas enxergam a juventude como uma força positiva para a transformação e acreditam que jovens mulheres e homens devem desempenhar um papel fundamental no processo de construção do desenvolvimento humano sustentável. Com isso em vista, a ONU desenvolveu o Plano Sistêmico de Ação das Nações Unidas para o Desenvolvimento de Jovens, baseado nas seguintes áreas temáticas: emprego, empreendedorismo, inclusão política, engajamento cívico e proteção de direitos, educação, incluindo educação sexual abrangente, e saúde. O plano é uma chamada para que países e instituições invistam na formação dos jovens.

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 12 de agosto como Dia Internacional da Juventude. A celebração tem por objetivo promover o debate e sensibilização sobre temas relacionados à agenda da juventude.

Dessa forma, nesta terça-feira, debates e campanhas serão realizados pela ONU em todo o mundo para encorajar os governos e o público em geral a conhecer e entender as necessidades dos jovens, a implementar políticas com foco na juventude, assim como promover a inclusão e participação de jovens na política.



Fonte: IBahia - EcoDesenvolvimento



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais