Notícias

Hubble mostra detalhes de “montanha” que forma estrelas

Compartilhe:     |  13 de dezembro de 2019

Composta sobretudo por gás e poeira, a Montanha Mística, na Nebulosa Carina, contém evidências de uma intensa atividade de formação estelar

Dentro da enorme e tempestuosa Nebulosa Carina (ou Eta Carinae, também conhecida como NGC 3372), a 7.500 anos-luz da Terra, fica a “Montanha Mística” (Mystic Mountain, em inglês). Esse escarpado pilar cósmico de três anos-luz de altura, aqui fotografado pela Wide Field Camera 3 do Telescópio Espacial Hubble em 2010, é composto principalmente de poeira e gás, e exibe sinais de intensa atividade de formação de estrelas.

As cores nesta imagem composta correspondem ao brilho do oxigênio (azul), hidrogênio e nitrogênio (verde) e enxofre (vermelho).

Uma radiação abrasadora e ventos velozes (correntes de partículas carregadas) de estrelas quentes recém-nascidas na nebulosa estão moldando e comprimindo a montanha, fazendo com que novas estrelas se formem dentro dela. Véus finos de poeira, iluminados pela luz das estrelas, flutuam em torno de seus picos.

O pilar está resistindo a ser corroído pela radiação, tal como os imponentes morros no Monument Valley, em Utah, paisagem clássica dos faroestes do cinema, suporta a erosão pela água e pelo vento.



Fonte: Revista Planeta



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Aromaterapia para cães tem vantagens, mas exige conhecimento

Leia Mais