Notícias

Ibama multa a Petrobras em R$ 2,5 milhões por derramamento de óleo

Compartilhe:     |  25 de maio de 2015

O Instituto Federal do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) multou a Petrobras em mais de R$ 2,5 milhões por causa do derramamento de óleo ocorrido em 23 de abril deste ano. Na época, cerca de sete mil litros de óleo vazaram do oleoduto que interliga as plataformas PCM-6 e PCM-5 no campo de Camorim, na bacia de Sergipe/Alagoas.

O vazamento atingiu as praias do Abaís e Saco, no litoral sergipano, e Mangue Seco e Costa Azul, na Bahia. A superintendência do Ibama em Sergipe informa que expediu o auto de infração conforme disposto no Decreto 6.514/2008, que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais.

Mancha de óleo chegou as praias (Foto: Gustavo Costa )
Mancha de óleo chegou as praias sergipanas (Foto: Gustavo Costa )

O Núcleo de Prevenção e Atendimento a Emergências Ambientais do instituto acompanhou as ações de resposta da Petrobras através de vistorias nas praias também por sobrevoos e embarcações. O Ibama concluiu a emergência ambiental no dia 15 de maio.

A Petrobras informa que recebeu a notificação do Ibama e que ela está sendo analisada. “A Petrobras ratifica que todas as providências foram tomadas para minimizar os efeitos do vazamento de óleo e reafirma seu compromisso com a segurança das comunidades nas quais suas instalações estão inseridas, bem como com a preservação do meio ambiente”, diz o comunicado oficial.

Equipes  trabalham para limpar mancha de óleo (Foto: Gustavo Costa)
Equipes trabalham para limpar mancha de óleo (Foto: Gustavo Costa)


Fonte: G1 SE



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Uma casa ambientada para você e seu pet

Leia Mais