Notícias

Ibama realiza ação na região metropolitana do Recife contra pesca ilegal do caranguejo-uçá

Compartilhe:     |  14 de março de 2015

Mais de 14 mil unidades de caranguejo-uçá foram apreendidos pelos fiscais do Ibama em Pernambuco durante uma operação de fiscalização no período de 06 a 10 de março, época do período de defeso dos crustáceos.

A apreensão foi realizada em Pontes dos Carvalhos e em uma feira livre do Cabo de Santo Agostinho, município da região metropolitana do Recife. Esta ação acontece durante o período de defeso do caranguejo-uçá para coibir a pesca e o comércio ilegal dos crustáceos, que vai de 06 a 10 e de 21 a 26 de março.

Os suspeitos se evadiram do local sem prestar esclarecimentos aos fiscais do Ibama. Os crustáceos apreendidos foram devolvidos à natureza em local não informado pelos agentes de fiscalização.

O que é o período de Defeso?

É o período em que os caranguejos-uçá realizam com mais intensidade os seus rituais de acasalamento para reprodução. Ocorre principalmente nas épocas de maior umidade do ar (chuvas) e grande variação entre marés.

Nesses momentos os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas e se encontram na “andada” sobre os manguezais. Durante essa fase, os caranguejos ficam mais lentos e, portanto mais suscetíveis à captura. Daí a importância do defeso, que tem como objetivo garantir a recomposição dos estoques naturais do crustáceo.

Além do defeso, também devem ser respeitados o tamanho mínimo do caranguejo (medido pela largura da carapaça), que deve ter 6 cm e a restrição da apanha de fêmeas, que só podem ser capturadas entre junho e novembro.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), no defeso fica Proibido, a Captura, a Manutenção Em Cativeiro, o Transporte, o Beneficiamento, a Industrialização, o Armazenamento e a Comercialização desta espécie.



Fonte: Portal Brasil



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais