Notícias

ICMBio alerta para alimentação irregular de tubarões feita em passeios de barco em Noronha

Compartilhe:     |  4 de junho de 2021

Segundo o Instituto Chico Mendes, a alimentação tem sido praticada como atração turística por pessoas em embarcações. A ação é um crime ambiental e pode ser punida com multa.

O Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) divulgou, na última quarta-feira (2), um ofício sobre alimentação irregular de tubarões em Fernando de Noronha. O documento faz um alerta aos donos de embarcações para a prática, considerada crime ambiental. Segundo o órgão, essa atividade vem sendo feita, na região do Porto de Santo Antônio, por pessoas que realizam passeios turísticos em barcos.

“Nesses passeios, restos de comida são lançados ao mar. Com isso, diversos tubarões se aproximam e viram atração turística”, descreveu o ofício.

Tubarão registrado nas proximidades de um barco na ilha  — Foto: ICMBio/Divulgação

Tubarão registrado nas proximidades de um barco na ilha — Foto: ICMBio/Divulgação

O documento enfatiza que o Plano de Manejo da Área de Preservação Ambiental (APA) de Noronha proíbe a interação com a biodiversidade. Não é permitido alimentar animais silvestres na área.

“Quem desobedecer está passível de receber o auto de infração, com base no decreto 6514/08, que regulamenta a lei de crimes ambientais. O descumprimento do Plano de Manejo prevê multa que vai de R$ 500 a R$ 10 mil”, informou a chefe do ICMBio em Noronha, Carla Guaitanele.

A representante do instituto disse, ainda, que além dos impactos diretos sobre as espécies, a alimentação de tubarões pode influenciar no comportamento dos animais e gerar riscos aos visitantes que nadam na região.



Fonte: G1 - Por Ana Clara Marinho



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais