Notícias

ICMBio suspende visitação em unidades de conservação em prevenção ao coronavírus

Compartilhe:     |  19 de março de 2020

O presidente do ICMBio, Homero Cerqueira, encaminhou na última terça-feira(17) ofício suspendendo visitas em todas as unidades de conservação federais abertas ao turismo. A medida, válida por uma semana, é uma ação preventiva diante do crescimento do novo coronavírus no Brasil, para evitar que a pandemia se agrave.

Uma das principais orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do próprio Ministério da Saúde para impedir a disseminação do coronavírus é evitar aglomerações. Dentre as unidades de conservação federais mais visitadas estão o Parque Nacional da Tijuca (RJ) e o Parque Nacional do Iguaçu (PR), que receberam 2,6 milhões e 1,89 milhão de visitantes respectivamente no ano de 2018 (os dados de 2019 ainda não estão disponíveis).

Ofício enviado pelo presidente do ICMBio informa às Coordenações Regionais a suspensão da visita nas UCs federais por uma semana.

No parque carioca, o mais visitado do país, em uma semana circulam cerca de 50 mil visitantes, uma média superior a 7 mil por dia. Sem contar com funcionários, voluntários e pesquisadores. O acesso ao Cristo Redentor, principal ponto turístico da cidade do Rio de Janeiro, que está localizado dentro do Parque Nacional da Tijuca, também está fechado. As concessionárias Trem do Corcovado e Paineiras Corcovado não realizarão transporte de passageiros. As atividades de voluntariado do parque também estão suspensas.

O estado do Rio registrou 31 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 94 casos suspeitos, de acordo com os dados oficiais atualizados ontem (16). O governador do Estado, Wilson Witzel, publicou nesta terça (17) um decreto com “medidas de enfrentamento da propagação decorrente do novo coronavírus (Covid-19)”, que inclui a suspensão de aulas, jogos de futebol e eventos, além de recomendar o fechamento do comércio. O INEA-RJ, responsável pela gestão das áreas protegidas do estado, também suspendeu a visitação nas unidades de conservação.

Até o momento, o Brasil tem 234 casos confirmados e 2.064 casos suspeitos, de acordo com dados atualizados pelo Ministério da Saúde ontem (16). Hoje, a Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou também a primeira morte por coronavírus no estado paulista, a primeira registrada no Brasil.



Fonte: ((o))Eco - Duda Menegassi



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Saiba como cuidar do seu pet em tempos de coronavírus

Leia Mais