Notícias

Inca estima 290 casos de câncer do colo do útero este ano na Paraíba

Compartilhe:     |  12 de julho de 2015

O câncer já é a segunda causa de mortes no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. A mobilização das mulheres para conscientizar populações acerca dos cânceres ginecológicos exibe um motivo convincente, além da luta pela vida: só em 2014, 15.590 casos novos de câncer do colo de útero foram estimados pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) no Brasil, como também 5.900 no corpo do útero e 5.680 no ovário.

Para o ano de 2015, já há estimativas para a Paraíba: 290 novos casos de câncer do colo de útero, com um risco estimado de 14,43 novos casos para cada 100 mil mulheres. O câncer de ovário apresenta uma estimativa de 80 novos casos, com uma taxa bruta de 4,25 para cada 100 mil mulheres. O último registro de óbitos do Instituto Nacional de Câncer aconteceu em 2013 e apontou 194 mortes de mulheres com câncer de colo de útero, 44 comcâncer de ovário e 24 óbitos de mulheres com câncer de corpo do útero, na Paraíba.

De acordo com o Inca, o câncer de colo de útero configura-se como um importante problema de saúde pública, segundo as últimas estimativas mundiais para o ano de 2012. Embora as mulheres também sejam acometidas pelo câncer de ovário, vagina, endométrio e vulva, o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais comum, com 527 mil novos casos. Em geral, ele começa a partir de 30 anos, aumentando seu risco rapidamente até atingir o pico etário entre 50 e 60 anos. E atenção: o tabagismo eleva o risco de desenvolvimento do câncer do colo do útero.



Fonte: Jornal A União - Dani Fechine



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais