Notícias

Inchaço nas pernas: calor e redução de atividades na pandemia favorecem aumento de inflamações

Compartilhe:     |  28 de janeiro de 2021

É comum sentirmos nossas pernas mais pesadas e doloridas no verão, pois o calor afeta diretamente a circulação do sangue. Em tempos de Covid-19, a situação pode ficar ainda pior, segundo os médicos. Diversos fatores — não só as altas temperaturas, mas também o sedentarismo do confinamento e a própria doença — contribuem para o surgimento de inflamações nas pernas e podem causar trombose.

Cirurgião vascular da Unirio, Bernardo Barros explica que o calor dilata os vasos sanguíneos e favorece a formação de inflamações, que causam dores. Já o inchaço (ou edema) nas pernas é ocasionado pela retenção de líquido no sistema linfático, que acontece quando há acúmulo de água entre as células, e cujo surgimento está ligado ao nível de hidratação do corpo.

As inflamações podem resultar de algum problema circulatório, como varizes e insuficiência venosa crônica (IVC), que costumam ter origem genética. E isso não afeta só as pessoas mais velhas.

— Quando o pai e a mãe têm varizes, os filhos têm grande predisposição para a doença, sobretudo menina. Os primeiros indícios de varizes podem aparecer ainda na adolescência, aos 16, 18 anos. Doenças autoimunes e do sangue também podem causar inflamações — diz o médico.

Segundo Carlos Peixoto, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, inchaços e dores nas pernas precisam ser apurados por um médico, pois podem não decorrer apenas de fatores genéticos:

— Temos recebido mais pessoas com queixas de inchaço e de cansaço nas pernas. O afastamento social, a necessidade do home office e a interrupção do tratamento das doenças venosas, como as varizes, foram fundamentais para esse aumento.

Em 30 minutos, tudo pode mudar

Para o corpo, bastam 30 minutos de inércia em certa posição para que comecem a surgir inflamações nas veias, explica o médico Bernardo Barros. Por isso, no verão da pandemia, manter uma rotina de exercícios e hidratar-se é mais importante do que nunca. Os médicos ouvidos pelo EXTRA dão outras dicas no infográfico ao lado.

— A Covid-19, dado seu efeito sobre a circulação sanguínea, tem como uma de suas possíveis consequências a trombose, que se favorece com o calor, o sedentarismo e outras condições correlatas, como diabetes, hipertensão e obesidade — pontua Barros.

 

 

 

 



Fonte: Extra - Rodrigo de Souza



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais