Notícias

Inseto indicador de qualidade de água é descrito em Minas Gerais

Compartilhe:     |  22 de junho de 2018

Uma nova espécie de insetoPlectromacronema solaris, indicador de qualidade de água, acaba de ser publicada em periódico internacional de impacto, pelo professor da PUC Minas Henrique Paprocki e a aluna de iniciação científica bolsista do Fundo de Incentivo à Pesquisa (FIP PUC Minas) Larissa Moreira Silva, do Curso de Ciências Biológicas do Campus Betim. O projeto foi desenvolvido na Coleção de Invertebrados do Museu de Ciências Naturais da PUC Minas com recursos FIP, da Pró-Reitoria de Pesquisa e de Pós-graduação (PROPPg) da Universidade.

O artigo compreende uma descrição dos estágios imaturos, macho e fêmea, assim como da história natural de uma nova espécie de inseto que vive no Parque Estadual do Rio Preto, próximo à cidade de Diamantina. Este grupo de insetos pertencentes a uma Ordem denominada Trichoptera tem os imaturos exclusivamente aquáticos e são considerados indicadores de boa qualidade de água. Os adultos desta espécie se assemelham a pequenas mariposas e voam nas margens de córregos nas montanhas do Espinhaço meridional. As larvas habitam riachos de montanha encaichoeirados, com ótimas condições de qualidade de água. A revista Plos One é uma revista científica de acesso livre disponível apenas on-line, publicada pela Public Library of Science.

O artigo na íntegra pode ser acessado aqui.



Fonte: PUC Minas



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais