Notícias

Já ouviu que as aparências enganam? Pois é hora de o ditado ser levado à feira

Compartilhe:     |  22 de abril de 2021

Em um novo estudo, pesquisadores suecos e dinamarqueses pediram a 130 pessoas que avaliassem várias imagens de maçãs. Obviamente, as com deformidades ficaram por último na ordem de preferência de consumo. E, mesmo após provarem uma versão perfeita, o gosto foi considerado horrível — só porque tinham acabado de ver a foto de uma maçã feia.

Para a nutricionista Neiva Souza, da VP Centro de Nutrição Funcional, em São Paulo, o resultado não é uma surpresa. “Todos os sentidos estão envolvidos no ato de comer, como visão, olfato e tato”, alega.

Mas ela ressalta que a estética não denota qualidade. “Não é uma imperfeição que afetará o sabor ou o balanço nutricional do alimento”, aponta. “Precisamos dessa consciência para evitar o desperdício.”

Dá para salvar?

No que prestar atenção antes de descartar o alimento:

Alguns dados

 



Fonte: Saúde - Por Thaís Manarini



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

O pet precisa de suplementação alimentar equilibrada

Leia Mais