Notícias

Jovens estudantes desenvolvem projeto para ajudar pequenos produtores rurais

Compartilhe:     |  12 de abril de 2021

Por meio de consultorias, universitários auxiliam na produção orgânica de hortaliças e leguminosas na região de Campinas.

Um grupo de jovens estudantes vêm ajudando pequenos produtores rurais com consultorias remotas em cidades próximas a Campinas.

Eles fazem recomendações dos manejos necessários para hortaliças e leguminosas, como adubação, a partir de análises ou controle de pragas e doenças. Além disso, a iniciativa conta ainda com visitas periódicas nas propriedades, para avaliar o tratamento e realizar possíveis melhorias. O objetivo final é fazer com que obtenham o selo de certificação orgânica e gerem lucro aos pequenos produtores.

Para Bruno Ferreira, vice-presidente da ECAP Jr., empresa júnior responsável pelo projeto, a iniciativa beneficia tanto os estudantes quanto os produtores: “Com vivência empresarial, temos a possibilidade de aplicar nossos conhecimentos em benefício dos produtores e ainda aprendemos muito com eles! O resultado veio, alguns já estão colhendo seus respectivos produtos e obtendo suas certificações orgânicas”, relata.


Pequenas produtoras de Juquitiba, São Paulo, foram beneficiadas pelo projeto. [Imagem: Divulgação].

As chamadas Empresas Juniores (EJs) são organizações sem fins lucrativos compostas por estudantes da graduação de diversas áreas. Esses universitários têm a oportunidade de colocar em prática aquilo que aprendem em sala de aula e fomentar seu aprendizado. Além disso, podem contribuir com a sociedade a partir da vivência empresarial nas universidades. Dentro de EJs, surgem projetos de sucesso como o da ECAP Jr, que ajuda na transformação de vidas da região.

O Núcleo Campinas é a rede que representa as EJs da região metropolitana de Campinas e de suas cidades vizinhas no Movimento de Empresas Juniores (MEJ). Engajados pela sua missão, mais de 1200 estudantes foram impactados e 600 projetos foram executados. O Núcleo Campinas já movimentou sozinho 1.7 milhões de reais, que foram reinvestidos na educação empreendedora das universidades da região.



Fonte: Pensamento Verde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

O pet precisa de suplementação alimentar equilibrada

Leia Mais