Notícias

Laboratório multidisciplinar do Instituto de Tecnologia de Massachusetts buscará formas de preservar recursos naturais

Compartilhe:     |  28 de junho de 2014

Em busca de solução

Você tem ideia do número de pessoas que nascem a cada ano no mundo? Já pensou na quantidade de comida a ser produzida para alimentar essa multidão? E na quantidade de água necessária para matar a sede de todo mundo que – já sabemos – está a perigo?

Pensando nisso, o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), uma das instituições científicas mais conceituadas do mundo, criou seu primeiro laboratório multidisciplinar para analisar um dos maiores desafios da atualidade: controlar a forma com que a explosão demográfica mundial está acabando com os recursos hídricos e alimentícios do planeta.

Em entrevista à Agência Efe, o professor e diretor do Laboratório de Segurança em Água e Alimentos do MIT, John Lienhard, fez uma análise da demografia mundial: “Em 1950, o planeta tinha três bilhões de habitantes; em 2050, terá nove bilhões, o que significa que, em pouco mais de uma geração, a população mundial vai triplicar.” O cientista acrescenta a isso as mudanças climáticas, a agricultura pouco produtiva, o desperdício dos alimentos e a exploração descontrolada dos recursos naturais.

Sede do MIT
Sede do MIT

Para desarmar essa bomba-relógio, Lienhard vai dirigir uma equipe multidisciplinar formada por profissionais de gestão de políticas públicas, economistas, cientistas, engenheiros, arquitetos e meteorologistas. A meta é descobrir alternativas para preservar as reservas planetárias.

Segundo o cientista, a chave é a eficiência no uso de recursos e a busca por soluções que possam variar de país para país ou região para região. “No mundo desenvolvido, 50% da comida em peso é desperdiçada, geralmente pelo consumidor; enquanto nos países em desenvolvimento esse esbanjamento ocorre em cadeias de distribuição que não são eficientes nem modernas”, explica.

O laboratório deve entrar em operação no segundo semestre deste ano, em setembro.



Fonte: Bayer Brasil



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais