Notícias

Lei que proíbe carroças puxadas por cavalos é sancionada em Belo Horizonte (MG)

Compartilhe:     |  25 de janeiro de 2021

O prefeito de Belo Horizonte (MG), Alexandre Kalil (PSD), sancionou a Lei 11.285, que proíbe a exploração de animais para puxar carroças no município.

A medida, publicada no Diário Oficial do Município no último sábado (23), determina que as carroças sejam substituídas gradualmente por veículos de tração motorizada em um prazo máximo de 10 anos.

Uma comissão será criada para estudar a substituição dos veículos dentro do programa “Carreto do Bem”. Segundo a prefeitura, tração motorizada é um “meio de transporte de carga adaptado de uma motocicleta acoplada a uma caçamba de baixo custo e de simples manutenção”.

De acordo com Kalil, a legislação “visa evitar maus-tratos a animais e proporcionar melhores condições de locomoção no município”.

A Câmara Municipal de Belo Horizonte informou que o projeto de lei “foi amplamente discutido” antes de ser aprovado e sancionado.

Nota da Redação: A tração animal condena inúmeros animais, especialmente cavalos, a vidas miseráveis. Forçados a transportar pessoas e cargas, esses animais prejudicam a própria saúde, em especial a coluna, e adoecem. Não são raras as cenas de cavalos exaustos, caídos no chão, muitas vezes sendo açoitados, após horas de exploração, inclusive sob sol forte. Proibir que animais sejam vistos como objetos a serviço dos seres humanos é uma prática ética que deve ser levada adiante em todo o Brasil.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais