Notícias

Lixo marinho é transformado em pranchas de surf, brinquedos e mais

Compartilhe:     |  18 de junho de 2021

Eco Local Brasil é uma instituição que tem como objetivo mitigar os impactos causados pelo descarte indevido de plásticos no meio ambiente. Os resíduos chegam até a ONG de duas formas: por meio da coleta de lixo marinho feita por voluntários em praias, principalmente, no litoral Sul e Sudeste do Brasil, ou pela rede de projetos parceiros.

Desde 2018, no entanto, seus participantes entenderam que não bastava recolher o lixo marinho. Era necessário tratá-lo. Então, a ONG se reorganizou e criou uma empresa na área de prestação de serviços, para fazer o gerenciamento do material por categorias.

O plástico retirado das ações ambientais é transformado em pellets (grânulos) sustentáveis, com os quais as indústrias fabricam novos produtos. A empresa também produz seus próprios objetos, que vão desde bancos de praça e lixeiras até quilhas para pranchas de surf e brinquedos. Até agora, a Eco Local Brasil já transformou mais de 70 toneladas de plástico por meio de logística reversa.

Reciclagem de plástico em números

Em 2019, o Brasil reciclou 838 mil toneladas de plástico, um aumento de 10% em relação a 2018. De acordo com estudo do PICPlast, ainda assim, houve uma diminuição de 15,1% nas perdas do processo de reciclagem. Isso significa que, embora o País tenha avançado, há muito a ser feito.

Movimento Plástico Transforma, que tem como objetivo reforçar conceitos como consumo consciente, destinação correta dos resíduos, reciclagem de plásticos pós-consumo e transformação em novos produtos, avalia que é necessária uma adaptação da indústria e dos consumidores à nova realidade. Segundo a instituição, os principais motivos de perda no processo da reciclagem são de contaminação da sucata por descuido no descarte ou por triagem desqualificada.

Ainda que grande parte dos resíduos plásticos descartados incorretamente no meio ambiente seja de produtos finais, como embalagens, a perda dos pellets pela indústria do plástico também é uma fonte de preocupação. Atenta a isso, a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST) é licenciadora do Programa Pellet Zero. A iniciativa tem como objetivo prevenir a perda de pellets, matéria-prima usada para fabricar os produtos plásticos.



Fonte: MSN - Busca Voluntária



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais