O lixo em questão

Logística Reversa Já! na Semana Lixo Zero São Paulo 2020

Compartilhe:     |  24 de outubro de 2020

Aquecimento global, crise ambiental e social, pandemia. Doenças decorrentes do descarte inadequado dos resíduos sólidos como a dengue a leptospirose, o coronavírus resistindo 72h em materiais plásticos que podem ser descartados em qualquer parte em uma cidade onde o índice estimado de reciclagem é de apenas 7%. Essas questões urgentes tornam mandatório que empresas, órgãos públicos e a população atuem já em busca de soluções e criem ambientes para melhorar a saúde dos humanos e do planeta. Não podemos mais ficar apenas nas metas trimestrais, orçamentos anuais e ciclos eleitorais.

Uma das chaves da mudança em termos de resíduos é a logística reversa, recentemente ampliada na cidade de São Paulo através da lei 17.471/30, de 30 de setembro, que aumentou a responsabilidade de diversos atores, como importadores e varejistas em sua implementação. Por isso teremos a campanha #LRJá durante a semana lixo zero!

A logística reversa (LR) é um dos pontos mais importantes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que prega a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida de um produto entre fabricantes, comerciantes, consumidores e poder público. A LR é um programa protagonizado pelos produtores, mas com participação de toda a sua cadeia de valor, que visa garantir a gestão eficaz dos resíduos sólidos gerados pelos produtos quando descartados. Ela visa o recolhimento desses resíduos para reuso em processos industriais, reciclagem e encaminhamento final adequado. O resultado que se busca é reduzir a extração desnecessária de recursos naturais e minimizar o descarte de materiais recicláveis em aterros sanitários.

Seis tipos de produtos, cujo descarte incorreto causa danos graves ao meio ambiente e põe em risco a saúde da população, já têm logística reversa. São eles: pilhas e baterias, pneus, lâmpadas, produtos eletroeletrônicos, agrotóxicos e óleos lubrificantes. Mas a busca da logística reversa está apenas começando. Para que um número cada vez maior de produtos e uma variedade cada vez maior de materiais sejam reaproveitados, são necessários acordos setoriais que podem levar anos e anos. É preciso pressionar para acelerar esse processo que onera tanto nossas cidades e cidadãos. Por isso, escolhemos esse tema para uma campanha específica durante Semana Lixo Zero SP 2020.

Campanha #LRJá na SLZ São Paulo 2020

O foco da campanha é facilitar o entendimento do que é a logística reversa e engajar consumidores finais, empresas e cooperativas paulistanas para atuarem em prol desse dispositivo que já é previsto em lei. A campanha terá início dia 21/10, aquecendo para a semana lixo zero e, na abertura da semana, no dia 24/10, haverá um painel técnico onde será abordado o tema, contando com a participação de Fabrício Soler, advogado especialista no tema, Lea Geger, especialista em economia circular, Flávia Lemes, sócia da Casa Causa, entre outros atores que já buscam a ampliação da logística reversa no Brasil. A ação será finalizada com um balanço no fechamento da SLZ 2020, no dia 31/10.

Como vai funcionar

Consumidores serão convidados a escolher um produto que não conseguem descartar corretamente ou devolver ao fabricante. Farão os registros de tentativas realizadas durante a Semana Lixo Zero e compartilharão nas redes sociais com as hashtags #LRjá #semanalixozero #lixozeroinspira #lixozero @institutolixozerobrasil @casacausa @abrapsoficial

De tênis a eletrodoméstico, de maquiagens a embalagens de tinta; todos os produtos deveriam ter logística reversa. Além de mostrar os registros da dificuldade dos consumidores para devolver produtos no final do ciclo de vida, a ação propõe a filmagem da desmontagem de produtos difíceis de descartar, mostrando a complexidade de sua composição. Esse é um dos maiores dificultadores da logística reversa e acaba por inviabilizar a reciclagem de isqueiros, barbeadores, algumas cápsulas de café e a maioria dos sapatos, entre outros.

As cooperativas também terão seu espaço para mostrar nas redes o final do ciclo de vida de materiais que, encaminhados para reciclagem pelo consumidor, mas não tendo logística reversa, acabam indo para aterros sanitários. Este encaminhamento é custeado pelas cooperativas, complicando o fechamento de seus balanços e onerando o elo mais frágil da cadeia: os cooperados.

Esta ação tem o apoio de diversas instituições e movimentos: Instituto Capitalismo Consciente, IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor), Alana (Criança e Consumo), Instituto Akatu, PNUMA (ONU), Mares Limpos, Liga das Mulheres pelos Oceanos, Virada Zen, blog Sustentaoquê e Ideia Circular consultoria.

Os detalhes da ação poderão ser conhecidos nas redes sociais da Casa Causa, hub de soluções para lixo zero e economia circular e embaixadora do Instituto Lixo Zero Brasil em São Paulo; nas páginas da ABRAPS (Associação Brasileira de Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável) e nas páginas Lixo Zero São Paulo no facebook e no instagram.

A Semana Lixo Zero é promovida pelo Instituto Lixo Zero Brasil e seus embaixadores e acontece em mais de 100 cidades brasileiras simultaneamente. A programação da semana paulistana e as inscrições estarão disponíveis a partir do dia 16 de outubro no site: https://abraps.org.br/semanalixozerosp/



Fonte: Envolverde - Ana Maria



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais