Notícias

Madagascar tem 11 novas espécies de camaleões; análises de DNA ajudaram a descobrir as variações

Compartilhe:     |  28 de maio de 2015

Cientistas descobriram onze espécies diferentes de camaleões em Madagascar ao analisar o DNA e o padrão de cores em 324 animais. Até então, acreditava-se que todas fossem uma só, a Furcifer pardalis. O estudo foi publicado pela revista Molecular Ecology

Em novembro de 2011 e de 2012, um grupo de cientistas da Universidade de Genebra, na Suíça, liderados pelo biólogo Michel Milinkovitch, foi a Madagascar pesquisar camaleões. Os animais, que se camuflam para se proteger, geralmente têm um limite de cores usadas na camuflagem. Mas em Madagascar é diferente. Lá, em cada região as cores utilizadas pelos camalões são bem diferentes.

Para chegar aos resultados, os pesquisadores tiveram que sequenciar o DNA, estudar as estruturas de mitocôndrias e analisar componentes anatômicos, como pálpebras, lábios, face, linhas verticais no corpo e cor do “plano de fundo”, de cada animal. Com essas informações e considerando os lugares onde eles foram encontrados, percebeu-se que as cores dos camaleões não dependem só da genética, mas também de fatores geológicos, e que Madagascar é ampla em espécies desses animais.

Além das fotos, os cientistas também disponibilizaram alguns vídeos da transformação dos animais na natureza. Confira abaixo.



Fonte: Veja - Da redação



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Doação de sangue em animais: como funciona e os requisitos para um animal ser doador

Leia Mais