Notícias

Madrid passará a exigir câmeras de vigilância em laboratórios que fazem testes em animais

Compartilhe:     |  20 de abril de 2021

O diretor da secretaria de Direito Animal de Madrid, Sergio García Torres, anunciou que o governo passará a exigir a instalação de câmeras de vigilância em laboratórios que ainda realizam testes em animais. A previsão é a de que a medida entre em vigor em poucos meses.

A intenção é a de prevenir maus-tratos contra animais, como os que aconteceram no laboratório Vivotecnia, em Madrid, denunciado pela ONG Cruelty Free Internacional há poucos dias. Em vídeos divulgados pela ONG, cachorros, coelhos, macacos e porcos aparecem sendo torturados por funcionários do laboratório.

De acordo com Torres, a instalação de câmeras de vigilância possibilita uma fiscalização mais rigorosa. As imagens deverão ser arquivadas para que as autoridades possam analisar a situação e tratamento dos animais no cotidiano dos laboratórios – e não apenas nos dias em que acontecem as inspeções.

Apesar dessa medida, anunciada na última sexta-feira (16), Torres admite que é preciso rever os protocolos e critérios que normatizam a realização de testes em animais no país. Afirma, ainda, que se deve reduzir, ao mínimo, essa prática, encontrando alternativas para substituir experimentos em animais.



Fonte: ANDA - Jamylle Mol



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais