Notícias

Mais da metade dos homens afirma ter se aproximado dos filhos por causa da quarentena

Compartilhe:     |  29 de julho de 2020

Mais da metade (60%) dos pais canadenses, em pesquisa da Fundação Canadense de Saúde do Homem (FCSH), afirmou ter se aproximado dos filhos por causa da quarentena necessária para a contenção do Covid-19. No artigo, os pesquisadores afirmaram que, pelos relatos dos cerca de mil homens entrevistados, é possível identificar mudanças positivas na dinâmica familiar devido ao isolamento social.

Quarenta por cento dos homens que participaram do estudo relataram que o isolamento trazido pelo isolamento social, por conta da covid-19, melhorou o relacionamento com os filhos, e mais da metade dos homens disse estar mais consciente da importância do seu papel na vida das crianças. “Descobrimos que, para muitos, houve uma redescoberta da relação com os filhos”, disse em nota Wayne Ctrick, presidente da FCSH. “Alguns deles falaram quase em termos de se apaixonar por seus filhos como se os estivessem vendo pela primeira vez”.

Por causa da quarentena, os pais relataram ter mais tempo para conviver com os filhos. Muitos disseram ter feito mais refeições em família, realizado mais atividades com as crianças e oferecido conselhos, orientações e apoio mais ativamente. Metade dos entrevistados afirmou que o período os motivou a se envolver mais na vida dos filhos.

“Se a quarentena causada pela covid-19 acelerar o envolvimento dos pais na criação dos filhos, isso pode ser um benefício duradouro dessa trágica crise de saúde pública”, disse, em nota, Larry Goldenberg, porta voz da FCSH.



Fonte: Revista Crescer



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais