Notícias

Mais de 50% da população da Austrália está reduzindo seu consumo de carne

Compartilhe:     |  6 de setembro de 2018

Pesquisa realizada por empresa mostrou que vegetarianismo e veganismo estão cada vez mais sendo aderidos pela população australiana

Estudos apontaram que mais de 2 milhões de australianos são vegetarianos ou veganos, e um número ainda maior afirma comer conscientemente menos carne. Os dados foram divulgados recentemente pela Roy Morgan, empresa líder de pesquisa de mercado.

Foi levado em consideração dietas feitas pela população entre 2012 e 2016. O número de não-consumidores de carne saltou de 1,7 milhão para 2,1 milhões nesses quatro anos. A partir de 2016, os vegetarianos responderam por 11,2% de toda a população.

Além disso, a empresa descobriu que 53,4 por cento dos adultos australianos alegaram estar comendo menos carne vermelha. Com esses resultados, a empresa confirmou que há um “aumento lento, mas constante do vegetarianismo na Austrália”.

O estudo também identificou onde veganos e vegetarianos residem em mais quantidade. Como esperado, as áreas metropolitanas tiveram maiores concentrações de pessoas que preferem uma dieta baseada em vegetais do que as áreas regionais ou rurais.

O estado de New South Wales teve um aumento de 30% dos vegetarianos, com sua capital, Sydney, ocupando o maior nível, com 14,4%. Embora não tenha tido um crescimento tão significativo, o estado insular da Tasmânia abriga hoje a maior porcentagem de vegetarianos, com 12,7%.

Uma crescente tendência

O objetivo do estudo era auxiliar as empresas do setor de alimentos a se promoverem e direcionarem para esse crescente grupo não consumidor de carne. O aumento das opções livres de crueldade animal tornou-se predominante na culinária.

Os restaurantes onívoros também estão se esforçando para incorporar mais opções vegetais. De jejum casual a jantares finos, os chefs estão atendendo essa nova onda de consumidores vegetarianos, fazendo parcerias com marcas veganas ou criando suas próprias entradas.

Restaurantes famosos no país como Subway, Domino’s, Pizza Hut e Zambrero já estão se atualizando à nova demanda. Aaron Raymond, chef do Bivouac Canteen & Bar, disse: “Sentimos a necessidade de incluir esses itens veganos no cardápio para que todos tenham algo, todos podem tirar alguma coisa de estar aqui”.

Norman Morris, Diretor de Comunicações da Indústria de Roy Morgan, comentou: “O fato é que esta tendência deve continuar”. Ele aconselhou as empresas do setor alimentício a desenvolver suas opções de fábrica, para continuarem relevantes e lucrativas.



Fonte: ANDA - Julia Cortezia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais