Notícias

Mais de 70 milhões de galinhas vivem em gaiolas de bateria no Brasil

Compartilhe:     |  24 de dezembro de 2018

De acordo com o Humane Society International (HSI), mais de 70 milhões de galinhas poedeiras vivem em gaiolas de bateria no Brasil. Ou seja, em situação de confinamento intensivo.

“São gaiolas superlotadas em que as aves não conseguem caminhar, se exercitar, nem mesmo esticar as asas. Os animais vivem nessas condições degradantes durante aproximadamente um ano e meio, quando a produtividade de ovos tende a declinar e as poedeiras são mortas para consumo humano”, informa.

Isso significa que ao contrário do que muita gente pensa, as galinhas que produzem a maior parte dos ovos consumidos no Brasil não tem nem mesmo a oportunidade de ciscar em algum momento de suas vidas. Outro ponto de reflexão é que galinhas poedeiras exploradas em níveis industriais não raramente sofrem de prolapso uterino, câncer de ovário, peritonite, esteatose (síndrome do fígado gorduroso) e fadiga crônica.

Normalmente uma galinha pode viver por pelo menos dez anos, mas não em um sistema em que a sua existência está vinculada à produção de ovos. Por isso a sua expectativa de vida como poedeira oscila de um a um ano e meio.



Fonte: Anda - Vegazeta



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Medicamentos e remédios caseiros: o que fazer e o que não fazer?

Leia Mais