Notícias

Maquiagem permanente e botox podem causar lesões, segundo especialistas

Compartilhe:     |  1 de novembro de 2018

Os olhos têm um papel importante na arte da sedução e empatia, por isso a procura por procedimentos estéticos de longa duração têm aumentado. Entretanto, o que a maioria das mulheres não sabe é que esses artifícios de beleza podem colocar em risco a saúde ocular. Segundo especialistas do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, os cílios postiços modificam a curvatura dos originais, que protegem da ação do vento e da entrada de partículas externas. Além disso, o peso deles podem alterar o equilíbrio e a frequência do piscar.

Outro cuidado importante é em relação ao tipo de cola utilizada, podendo causar reações alérgicas. A maquiagem definitiva sobre as sobrancelhas e cílios também oferecem riscos. Isso porque os delineadores podem conter tintas contaminadas e é preciso ter atenção na hora da aplicação do produto para não ultrapassar a superfície das pálpebras, pois é nelas que estão as glândulas responsáveis pela lubrificação dos olhos. Uma contaminação ou erro pode provocar uma úlcera da córnea.

Na aplicação de toxinas botulínicas, o perigo está no uso indevido do produto, que pode deformar os nervos locais a ponto de atingir o piscar dos olhos e com isso também desenvolver a síndrome do olho seco, causando ardor, vermelhidão e coceira.

“Ao fazer o uso desses procedimentos estéticos é importante que as mulheres busquem uma orientação junto aos oftalmologistas a fim de preservar melhor a saúde ocular e melhorar o seu poder de decisão”, explica Denise de Freitas, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

PRODUTOS CONTAMINADOS

Além de ressaltar os riscos apontados por esses artifícios de beleza, a médica destacou que os produtos de maquiagem úmida, como rímel, delineadores e bases, apresentam maior perigo de contaminação e precisam ser individualizados. “São produtos personalizados que não devem ser compartilhados, nem mesmo com amigos e familiares”, diz a oftalmologista.

DICAS 

Para maiores cuidados, a especialista do CBO separou uma lista com algumas dicas:

1 – A maquiagem deve ser um produto individual. Não compartilhe, sob risco de contaminação.

2 – Evite maquiagem à prova d’água. Além de difícil remoção, eles possuem químicos com potencial alérgico e bloqueadores das glândulas lacrimais

3 – Não altere produtos com calor, e tenha cuidado onde os cosméticos são armazenados

4 – Não umedeça os produtos com saliva, pois o fluido contém bactérias

5 – Nunca aplique maquiagem na chamada linha d’água (as margens inferior e superior da pálpebra). As ceras e resinas podem bloquear o terminal da glândula lacrimal

6 – Use lápis delineador sem parabeno e sem formol

7 – Limpe os pincéis de maquiagem regularmente e substitua os cosméticos úmidos (por exemplo, rímel) a cada dois meses



Fonte: O Dia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais