Notícias

Mar leva parte da areia de Camburi: “Fenômeno natural”, diz secretário

Compartilhe:     |  22 de julho de 2020

Uma parte significativa do engordamento feito recentemente na praia de Camburi, em Vitória, já foi levada pelo mar. A diferença entre a faixa de areia deixada ao término da intervenção para o momento atual é visível, ao ponto de levantar questionamentos por parte da população.

Apesar do impacto visual no trecho próximo à Ilha do Socó, a Prefeitura de Vitória garante que esse processo já era esperado, como dito pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Ademir Barbosa Filho, em entrevista à TV Gazeta.

“Isso já é previsto. O que ocorre é um processo de estabilização do perfil praia. Após o engordamento da praia, ou seja, da finalização do processo de engordamento da areia, a maré cheia vai fazer a inundação desta área e o assentamento do material nesta parte próxima da rebentação. É natural e projetado desde o início da obra”, salientou o representante da prefeitura da Capital capixaba.

Praia de Camburi após processo de engordamento da faixa de areiaPraia de Camburi após processo de engordamento da faixa de areia. Crédito: Luciney Araújo

Por conta da intervenção da maré na área engordada, criou-se uma espécie de degrau entre o local onde batem as ondas com a parte anterior. Barbosa, contudo, explicou que a tendência é ocorrer uma uniformização da faixa litorânea como já ocorre em outros pontos da orla de Camburi.

“A própria natureza vai fazendo esse assentamento de maneira natural, por isso forma esse ‘grande terraço’ entre a parte que é inundada pela maré alta e a faixa de areia não inundada. Não há nenhum prejuízo à obra realizada. Já ocorreu em outros pontos e assim será neste.

CURVA DA JUREMA

Os frequentadores da orla de Camburi podem esperar um assentamento semelhante ao ocorrido na região da Curva da Jurema, onde a primeira etapa do processo de engordamento foi realizado.

“Essa estabilização leva um período para acontecer e já está ocorrendo naturalmente”, destacou o secretário.



Fonte: A Gazeta - Murilo Cuzzuol



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Uma casa ambientada para você e seu pet

Leia Mais