Notícias

Marcos Mion critica queima de fogos em defesa de animais e crianças: “O mundo mudou”

Compartilhe:     |  5 de janeiro de 2020

O apresentar Marcos Mion fez uma postagem no Twitter criticando a queima de fogos de artifício com estampido nas festas de fim de ano. Ela ressaltou que a prática é danosa principalmente para animais e crianças com condições especiais, como o seu filho Romeu, diagnosticado com autismo.

“Eu sei que é tradição, mas o mundo mudou e você que pretende soltar fogos tem que pensar no bem maior. Tem que pensar em todos autistas que entram em crise com o barulho. Em todos animais que entram em espiral de pânico. Não solte”, diz o post que já conta com quase 5 mil compartilhamentos e 300 comentários.

Muitos seguidores demonstram apoio ao apresentador. “Autistas, idosos em condições neurológicas, animais domésticos e silvestres sofrem demais e podem morrer. Está mais do que na hora de transformarmos essa festa numa festa alegre para todos. Fogos e rojões liberam metais pesados no ar e no mar. Vamos repensar essa tradição”, disse uma fã.

Audição sensível e sofrimento intenso

O estampido dos fogos de artifício e ruídos provocados de outras maneiras, como música em volume alto, podem levar animais à morte, especialmente os recém-nascidos e os idosos.

Pixabay

Cães, gatos, coelhos, hamsters, aves e animais de outras espécies correm sério risco. O estresse causado pelos barulhos os deixam nervosos, podendo levar a desmaios e à morte. Amarrá-los, durante a execução desses ruídos, é ainda pior, já que eles podem ficar ainda mais nervosos por estarem presos, além do risco de enforcamento.

Além desses riscos, alguns barulhos – até mesmo os mais sutis, como batidas de portas e janelas – podem agravar doenças pré-existentes.

Nota da Redação: é louvável que celebridades como o apresentador Marcos Mion usem sua influência e visibilidade para conscientizar a sociedade sobre os impactos causados pela ação e egoísmo humano nos seres mais vulneráveis e sensíveis. O estampido dos fogos de artifício tradicionais traz graves consequências e danos para animais, crianças e idosos. É uma prática que precisa ser revista e superada em nome da consciência e compaixão.



Fonte: Anda - Por Bruna Araujo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais