Notícias

Mesmo com chuvas, sobe de 25 para 27 número de açudes na PB com menos de 5% da capacidade

Compartilhe:     |  10 de setembro de 2014

Mesmo com as chuvas registradas na Paraíba nos últimos dias, a reserva de água, na maioria dos mananciais do Estado, está baixa. De acordo com os dados atuais disponibilizados pela Agência Executiva de gestão das Águas da Paraíba (Aesa), que monitora 123 reservatórios, o número de açudes que estão com a capacidade abaixo dos 5%, considerados em situação crítica, passou de 24 para 27, outros 32 açudes estão em observação por estarem abaixo dos 20%, enquanto que 62 açudes estão acima dos 20% de reserva hídrica e apenas três estão sangrando.

As regiões mais atingidas pela escassez de água são o Sertão e Curimataú, onde a maioria dos açudes com o menor percentual de reserva estão concentrados, a exemplo dos reservatórios de Santa Luzia (no município de Santa Luzia) com 0% e Bichinho (Barra de São Miguel) 0%. Além destes, os açudes de Algodão (Algodão de Jandaíra) com 0,2%, Caraíbeiras (Picuí) com 0,2%, Covão (Areial) com 0,2%, Bom Jesus (carrapateira) com 0,3%, Emídio (Montadas) com 0,6%, Lagoa do Meio (Taperoá) com 0,9%, Chapadouro I (São João do Rio do Peixe) com 1,4%, Jeremias (Desterro) 1,7%, Carneiro (Jericó) 2,6%, Prata II (Prata) com 2,7%, Gurjão (Gurjão) com 2,8% e Olivedos (Olivedos) com 3,8%, além de outros 13 mananciais, fazem parte da lista de açudes em situação crítica na Paraíba.

As exceções nas regiões onde a seca aflige a população são os açudes de Catolé I (no município de Manaíra) com 81,7%, Emas (Emas) com 52,2%, Cafundó (Serra grande) com 76,2% e Tavares II (Tavares) com 96,7%.

Para a população onde a escassez predomina, o drama prevalece. De acordo como Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a previsão é de que o clima continue quente com pouca possibilidade de chuva nos próximos 10 dias. Isso poderá possibilitar um agravamento na reserva de água nessas localidades.

Regiões com boa reserva

Nas regiões do Litoral, Agreste e Brejo, a situação é mais amena. Alguns mananciais estão acima dos 20%, porcentagem considerada regular. Gavião (no município de Fagundes) com 60,3%, José Rodrigues (Campina Grande) com 63,7%, Massaranduba (Massaranduba) 77,9%, Marés (Capital) com 91,7%, São Salvador (Sapé) 96,1%, Jangada (Mamanguape) com 96,8 e Suspiro (Serra da Raiz) com 96,9%, além dos açudes de Araçagi (Araçagi), Gramame/Mumbaba (Conde) e Olho D’água (Mari) que estão sangrando.



Fonte: Portal Correio



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais