Notícias

Morcegos estão sendo mortos por causa do medo de transmitirem a covid-19

Compartilhe:     |  28 de março de 2020

Autoridades peruanas tentam salvar os animais e explicar que são importantes para o ecossistema local

Depois do abandono de cães e gatos, especialmente na China, devido à falsa informação de que poderiam contrair e transmitir a covid-19, agora são os morcegos do Peru as vítimas da pandemia. Algumas pessoas no Peru estão matando morcegos com o intuito de controlar o novo coronavírus, pois, acreditam que esses animais são transmissores da doença.

A preocupação dos peruanos tem origem numa notícia que foi bastante repercutida na mídia logo no início do surto em Wuhan, na China: que o coronavírus possa ser a mutação de um vírus que atinge uma espécie de morcegos consumidos pelos chineses. Outras suspeitas do surgimento da doença derivam do consumo de pangolins e serpentes, também bastante comum por povos asiáticos.

Segundo matéria da revista Galileu, “as autoridades peruanas alertam para o fato de que o vírus que afeta os humanos é uma mutação do que atingia os animais, ou seja, outras espécies provavelmente não são vetores da doença”. “Não devemos distorcer a situação devido à pandemia. Os morcegos não são nossos inimigos”, disse o Serviço Nacional de Florestas e Fauna Silvestre (SERFOR) do Peru em comunicado.

O Orgão está resgatando os morcegos e mais de 200 já foram removidos de regiões onde estavam expostos aos humanos e transferidos para uma caverna. Enquanto isso, os especialistas tentam explicar à população sobre a importância dessa espécie para os seres humanos: “Setenta por cento das espécies no mundo se alimentam de insetos, muitos dos quais são prejudiciais à agricultura e à nossa saúde, como mosquitos que espalham a dengue e outras doenças”.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Emocionante: vídeo mostra tartarugas-marinhas sendo salvas por pescadores no litoral catarinense

Leia Mais