Notícias

Mudanças climáticas ameaçam narvais, os unicórnios que habitam o fundo do mar

Compartilhe:     |  1 de junho de 2020

As mudanças climáticas causadas pela pecuária podem levar os narvais à extinção. A espécie, também conhecida como unicórnio do mar, é um das mais especiais do mundo, pois possui uma longa presa, que na verdade é um dente, nos indivíduos do sexo masculino. Narvais são parentes das baleias belugas e vivem principalmente no ártico canadense e águas da Gronelândia.

Atualmente, acredita-se que existam apenas 80 mil indivíduos da espécie. Segundo a World Wildlife Fund (WWF), o status de proteção dos narvais é de “quase ameaçado”, mas isso pode mudar repentinamente. Com o aumento da temperatura dos oceanos, a espécie pode passar rapidamente para o status de “ameaçada” para completamente extinta, pois os narvais dependem inteiramente do seu habitat.

Pesquisadores estimam que o habitat dos narvais diminuirá 25% até o fim desse século. Para sobreviver, a espécie precisaria migrar para outras áreas já ocupadas por outras espécies e também ameaçadas pelas atividades humanas. A destruição do habitat dos narvais criará um profundo desequilibro da fauna marinha do ártico e os colocará em choques com grandes predadores, como orcas.

Caça

Além de lidar com as mudanças climáticas, os narvais também sofrem com a ameaça de caçadores. Um cientista que preferiu não se identificar disse em uma entrevista ao The Mirror que caçadores dizimaram uma população ancestral de narvais na Groenlândia, onde atualmente há apenas 246 narvais, que convivem diariamente com o aquecimento dos oceanos e a ganância humana.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais