Notícias

Na primavera, estação das flores, médico alerta sobre doenças alérgicas

Compartilhe:     |  23 de setembro de 2014

A primavera é a estação do ano que se segue ao Inverno e precede o Verão. É tipicamente associada ao reflorescimento da flora e da fauna terrestres e terá início às 23 horas e 29 minutos de segunda-feira (22), terá duração de 89 dias quando se inicia em dezembro o Verão, no dia 21.

Além de destacar a beleza das flores a estação pode provocar algumas doenças comuns da época, entre elas rinite e bronquite alérgica. Segundo o médico Edson Petrucci é nesse período que aumentam os casos dessas doenças alérgicas por conta do pólen das flores.

Nesse período ocorre o florescimento de várias espécies de plantas que é o início da época de reprodução de muitas espécies de árvores e plantas. As flores que se destacam na primavera: rosa, girassol, margaridinha, orquídea, jasmim, hortênsia, helicônia, alamanda, clívia, gérbera, hibisco, gazânia, jasmim-estrela, lágrima-de-cristo, boca-de-leão, crisântemo, frésia, estefânia, narciso, violeta, dedaleira, dama-da-noite.

O alergista e imunologista revela que não é fácil se prevenir contra essas doenças, já que é difícil detectar o contato com o pólen pelo ar e também as bolinhas de água formadas na grama.

A meteorologista Marle Bandeira, da Agência de Gestão das Águas da Paraíba – AESA, na região Nordeste, em particular a Paraíba, a população não sente muito a mudança da temperatura por conta da localização geográfica do Estado.

Com relação a mudanças climáticas, disse a especialista é um período em que as temperaturas vão, aos poucos, aumentando. O mesmo ocorre com as águas do mar. As temperaturas, em grande parte dos países do hemisfério sul, ficam amenas.

Genericamente, na tradição do povo nordestino, existem duas estações no ano, a chuvosa e a seca, justamente por haver apenas estes dois tipos de variabilidade de clima no Nordeste brasileiro. Isto é válido, já que não se observam mudanças relevantes de temperatura ou de outras variáveis meteorológicas ao longo do ano.

Nesse período os dias são mais quentes e a noite a temperatura fica mais amena com aumento gradativo. Segundo a meteorologista, por incrível que pareça, no período outono/verão as maiores incidências de chuvas acontecem no Sertão e Alto Sertão, como também no Cariri e Curimataú, apesar de ser um período mais quente.

Na região do interior do Estado o agricultor confunde a primavera, pois praticamente somente conhecem duas estações – Inverno e Verão, quando aproveitam o período chuvoso para plantar e colher.

Estação primavera na Paraíba

Média da temperatura por região

Região

Máxima

Mínima

Litoral

30°

23°

Brejo

29°

20°

Agreste

29°

20°

Cariri/Curimataú

34°

21°

Sertão/Alto Sertão

36°

22°

Fique atento com as doenças respiratórias desse período por conta da mudança de temperatura

Resfriado – inflamação e infecção aguda do nariz e garganta, causadas por vírus.

Gripe – a gripe é uma infecção mais grave do que o resfriado. Também causada por vírus.

Laringite – inflamação da laringe, geralmente causada por vírus ouo bactéria.

Asma – doença pulmonar cujos sintomas são chiado e dificuldade para respirar.

Bronquite – inflamação dos brônquios, com maior incidência no inverno.

Pneumonia – doença aguda que pode atingir um ou ambos os pulmões, que ficam inflamados.

Bronquiolite – inflamação dos bronquíolos, de origem viral, apresenta-se com tosse, chiados e dificuldade respiratória.



Fonte: Jornal A União (Texto: Cardoso Filho - Fotos: Evandro Pereira)



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Aromaterapia para cães tem vantagens, mas exige conhecimento

Leia Mais