Notícias

Nada de jogar no lixo! Roupas velhas são usadas na produção de tijolos

Compartilhe:     |  23 de junho de 2021

Sabe aquela roupa em bom estado que já não atende às suas necessidades? Não hesite! Doe-a a uma pessoa em situação de vulnerabilidade ou ainda a uma organização que vá entregá-la a alguém que precisa.

Mas e no caso de peças que já estão muito velhinhas, furadas, desfiadas ou com algum defeito? O que fazer? Muita gente acaba jogando-as no lixoo que gera um enorme volume de resíduos (desnecessários!) nos nossos aterros. Se depender da francesa Clarisse Merlet, em breve, tudo isso será transformado em… tijolos.

Depois de passar os 4 anos da faculdade indignada com o impacto negativo da construção civil no meio ambiente, a arquiteta desenvolveu uma técnica que utiliza roupas velhas para produzir tijolos.

As peças são moídas, misturadas a uma cola ecológica – também desenvolvida por Merlet – e depois prensadas em molde. O resultado são tijolos resistentes ao fogo e à umidade e com excelente potencial de isolamento acústico e térmico.

A invenção (ainda!) não pode ser usada na construção de partes estruturais de uma edificação, mas já está sendo aplicada para fazer paredes internas e também objetos de decoração, como mesas e bancos. No site da FabBRICK, dá pra conferir todo o processo e também as aplicações!

Desde 2018, quando foi criada, a marca já garantiu que 18 toneladas de roupas velhas deixassem de ir para aterros. Agora, Merlet busca expandir os negócios, estudando formas de produzir tijolos mais resistentes, que possam de fato ser empregados na construção de edificações. De olho nas tendências, ela também pesquisa jeitos de utilizar máscaras descartáveis no processo produtivo.

Que tal uma filial da FabBRICK no Brasil, Merlet?



Fonte: The Greenest Post - Débora Spitzcovsky



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais