Dicas de Praia

Nascer e pôr do sol são atrações em praias de João Pessoa

Compartilhe:     |  14 de outubro de 2018

Por Kíria Meurer

O destino do Tô de Folga é João Pessoa, a cidade onde o sol nasce primeiro do que nas outras cidades do Brasil. A repórter Kiria Meurer saiu de Santa Catarina e foi até a Paraíba mostrar as belezas desse passeio. Confira!

“São 4h30 e eu acordei super cedo hoje para assistir um espetáculo que só acontece em João Pessoa. Enquanto o resto do Brasil dorme, os primeiros raios de sol aparecem por aqui. Isso acontece porque estamos no pedacinho mais oriental das Américas: a Ponta do Seixas, em João Pessoa. É curioso, eu nunca tinha visto o sol nascer antes das 5h e olha, por pouco não perco o show!

Nós chegamos aqui o sol já estava despontando. Então pessoal, o meu conselho é o seguinte: quer assistir esse espetáculo? Levante da cama ainda mais cedo.

Antes de embarcar no próximo passeio do dia, um café da manhã reforçado, típico na região: bolo de mandioca, cuscuz, canjica e tapioca. No hotel onde eu estou hospedada, ela é feita na hora, fresquinha, é um luxo. Ela é feita ao gosto do cliente e a minha eu quero com queijo e presunto.

O próximo destino é o Picãozinho. Para o passeio é ideal dar uma olhadinha na previsão do tempo e esperar um dia de sol. Nas piscinas de Picãozinho, em um dia ensolarado, você consegue ver os peixes no fundo do mar.

As piscinas naturais ficam bem pertinho da Praia de Tambaú. Dá quase dois quilômetros, 15 minutinhos de catamarã e a gente está aqui para curtir esta beleza!

São 11h30 agora, é o ponto mais baixo da maré e as piscinas naturais estão nesse momento com mais ou menos 1,30 metro de profundidade. É o suficiente para os turistas poderem caminhar por ali e aproveitar toda essa beleza. Um lugar perfeito para mergulhos incríveis. Quer saber? Lá vou eu!

O próximo roteiro é Areia Vermelha. Saindo da Praia do Poço. Eu estou muito curiosa porque dizem que lá a areia é vermelha, parece que isso é o resultado do excesso de concentração de ferro. Para chegar até lá, nós vamos pegar carona com esta lancha e conhecer mais um pedacinho de paraíso.

Só é preciso ficar atento a tábua de marés, um dia antes de fazer este passeio o turista tem que ir lá dar uma olhadinha para ver o horário em que a maré vai estar mais baixa. O ideal é que ela esteja em torno de 40 centímetros. Aí, dizem que é possível ver um banco de areia fantástico.

Este aqui realmente é um lugar mágico, dá para imaginar um banco de areia que some e de repente aparece no meio do mar? E aqui os barcos, que são chamados de restaurantes flutuantes, chegam bem cedinho, esperam a maré secar para poder ancorar e atender os turistas. Segundo o garçom,é tudo preparado na hora, sai tudo fresquinho. O preço da refeição é a combinar, já que o cardápio não tem um preço estabelecido.

Para terminar o dia, o “point” é a Praia do Jacaré, em Cabedelo, mas é melhor chegar lá antes das 17h. A turma de turistas na beira dos bares está esperando para ver um espetáculo que acontece todos os dias aqui: é o pôr-do-sol, e ele é tão famoso aqui em João Pessoa que eu não podia perder”.



Fonte: Jornal Hoje



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais