Espaço Animal

Natureza exótica: conheça os 5 animais mais “estranhos” do mundo

Compartilhe:     |  5 de setembro de 2019

Estamos acostumados a domesticar e estar contato direto com diversas raças de cachorros, gatos e até dos pequenos hamsters. Isto, até nos depararmos com animais e felinos exóticos em zoológicos e alguns bichos exuberantes da natureza em parques de conservação e áreas de preservação.

Entretanto, existem algumas espécies animais que são consideradas “estranhas” por serem pouco conhecidas, e apresentarem uma aparência um tanto quanto controvérsia do que estamos habituados. Para saber um pouco mais delas, conheça abaixo 5 dos animais considerados estranhos, com aparência questionáveis, que existem por aí que quase ninguém conhece:

Rã do Titicaca

Achados na região das montanhas dos Andes, o animal exótico corre risco de extinção devido as consequências da mudança climática, e pela introdução de outras espécies em seu território natural. Sua aparência é caracterizada por grandes dobras de pele que agem como brânquias enquanto estão debaixo d’água.

Salamandra Axolotl

Seu nome tem origem asteca e significa “monstro do aquário”. Embora viva no ambiente aquático, esse animal se desenvolve na fase de larva e adquire características terrestres.

Pichiciego Menor

São constantemente achados na Argentina. O bicho é considerado um dos menores tatus existentes e um dos mamíferos mais raros do mundo. Possui hábitos noturnos, o que dificulta sua aparição, e é o único mamífero subterrâneo da América do Sul.

Aie Aie

Embora sua aparência lembre um morcego, o animal é de uma espécie de lêmure nativa de Madagascar. E assim como sua aparência exótica, o habito de alimentação desse bicho é um tanto quanto fora do “normal”: para se alimentar, usam as mãos para bater nos troncos das árvores e certificar de que estão ocas; depois abrem pequenos buracos com os dentes e utilizam o dedo do meio para puxar as larvas e os insetos que habitam lá dentro.

Polvo Dumbo

Raramente avistados, o Polvo Dumbo é encontrado no oceano há 3 mil e 4 mil metros abaixo da superfície. O bicho possui características marcantes por conter barbatanas semelhantes a orelhas gigantes.



Fonte:



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais