Notícias

NE adota produção sustentável de cerâmica gastando menos lenha

Compartilhe:     |  18 de março de 2015

Projeto financiado pelo Fundo Clima e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF) estabeleceu práticas sustentáveis de uso da lenha na Caatinga. Os resultados do serão apresentados, nesta quarta-feira (18/03), no seminário Perspectivas para a Sustentabilidade do Setor Cerâmico da Paraíba. O evento ocorrerá em Campina Grande (PB) e contará com a participação de representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e de outras entidades envolvidas na ação.

Com recursos de R$ 1,9 milhão, o projeto promoveu, ao longo de dois anos, o acompanhamento dos trabalhos realizados pela indústria ceramista da Paraíba e do Rio Grande do Norte. O segmento usa a lenha como a principal fonte de energia para a produção de telhas, tijolos e outros materiais da construção civil. Por meio do projeto, equipes contratadas diagnosticaram todas as etapas do processo e propuseram melhorias que foram adotadas pelos empresários da região, maior polo produtor de cerâmica do país.

CONSUMO

O setor conseguiu reduzir entre 15% e 20% do consumo de lenha com as medidas adotadas por meio do projeto. “Há uma dependência do Nordeste por esse tipo de energia”, explica o chefe da unidade regional do SFB no Nordeste, Newton Barcelos. “O objetivo é fomentar maneiras legalizadas e sustentáveis de usá-la, evitando o desperdício e deficiências operacionais e incentivando o manejo sustentável.”

Promovido pelo SFB, o evento será gratuito e aberto ao público em geral. Destinado a produtores e consumidores de lenhas, a pesquisadores e a integrantes da sociedade civil, o encontro terá a apresentação das principais iniciativas adotadas pela indústria local e de outros temas, como os planos de manejo e o potencial florestal da região.

O diretor de Combate à Desertificação, Francisco Campello, representará o MMA no evento. Haverá também apresentações dos coordenadores do projeto, da Associação dos Ceramistas do Seridó Paraibano e da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, contratada para a execução do projeto. Além disso, serão entregues certificados às empresas participantes do programa.

Serviço:

Perspectivas para a Sustentabilidade do Setor Cerâmico da Paraíba

Data: 18 de março de 2015, das 8h30 às 17h30

Local: Instituto Nacional do Semiárido (INSA) – Avenida Francisco Lopes de Almeida, S/N, Bairro Serrotão, Campina Grande (PB)

Informações: (83) 2101 – 9043



Fonte: Ascom - MMA - Lucas Tolentino - Editor: Marco Moreira



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Dicas para cuidar da coluna do pet

Leia Mais