Denúncia

Negligência com o meio ambiente é responsável por incêndios em São Pedro (SP)

Compartilhe:     |  13 de setembro de 2020
Projeto Cão Comunitário de São Pedro

Uma área verde de mais de 80 mil metros próximo ao morro do Cristo, em São Pedro, foi tomada pelas chamas na última sexta-feira (11). Ontem (12), um helicóptero da PM foi enviado ao local para ajudar no combate ao fogo. Ainda há muita fumaça na região. O proprietário de um camping próximo à serra afirma que presenciou muitos animais, como cobras e quatis, fugindo do fogo.

Em uma entrevista exclusiva à ANDA, o ator e ativista ambiental Haroldo Botta afirmou que, infelizmente, incêndios na serra de São Pedro e regiões adjacentes, como Piracicaba, são registrados anualmente. Ele conta que as chamas levam cerca de cinco dias para serem controladas e que há quatro anos, o fogo atingiu proporções alarmantes e só foi apagado com a ajuda de helicópteros enviados pelo governo do Estado.

Projeto Cão Comunitário de São Pedro

Botta salienta que falta investimentos em órgãos de proteção e contenção de crises ambientais. O ativista denuncia que há uma política antinatureza de desmonte ambiental em São Pedro. “Infelizmente, não tem mais Secretaria do Meio do Ambiente, foi desativada na primeira e segunda posse da atual administração. Eles não têm nenhum apreço pelo meio ambiente. Esse é mais um dos problemas”, pontua.

Com a iniciativa SOS Meio Ambiente, Botta realiza há 8 anos um importante trabalho de educação ambiental e proteção da fauna selvagem, mas ele acredita que é preciso apoio do poder público, pois a serra é o lar de muitas espécies ameaçadas. Onças e lobos-guarás já foram vistos na região. “Não dá para a gente ficar e olhos fechados. Os serviços de cuidado com o meio ambiente estão sendo apenas remediados, nunca prevenidos”, alerta.

Cleusa Morete

O ativista conta ainda que está lutando por uma atuação mais forte do Conselho de Meio Ambiente do município. A iniciativa foi encerrada, mas Botta levou o caso ao Ministério Público e conseguiu a reativação do conselho, mas afirma que o órgão está funcionando apenas de fachada. Ele salienta ainda que a população deseja que o meio ambiente seja protegido, mas se sente intimidada e coagida a denunciar e proteger a natureza.

Em um vídeo, Botta explica a situação de São Pedro. Veja abaixo:

 

OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA E INCOMPETÊNCIA

ENQUANTO NÃO REATIVARMOS A SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE EM SÃO PEDRO, TEREMOS PROBLEMAS AMBIENTAIS DE TODA ORDEM.

CONSCIENTIZAÇÃO, EDUCAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E PUNIÇÃO RIGOROSA AOS INFRATORES É FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL!

PUBLICADO POR S.O.S MEIO AMBIENTE SÃO PEDRO EM SÁBADO, 12 DE SETEMBRO DE 2020



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais