Notícias

Ninguém precisa esperar a Primavera para ter um jardim colorido

Compartilhe:     |  27 de maio de 2021

Não só as flores que trazem colorido ao jardim e à casa. A variedade de plantas com folhagens coloridas e texturas diferentes é enorme e a combinação entre elas torna um jardim bem interessante.

Tons avermelhados com prateados, por exemplo, dão efeitos sofisticados, enquanto folhas variegadas (de dois tons ou mais), proporcionam luminosidade e destacam canteiros.

As plantas com folhas coloridas geralmente são plantas perenes e alcançam maior exuberância quando expostas ao sol. Mas para que conservem sua beleza, normalmente devem ser podadas e adubadas com frequência.

Estes tipos de folhagens devem servir como suporte ao jardim. O exagero no emprego pode tornar o ambiente muito carregado e o efeito do “destaque” acaba desaparecendo. Por isso, procure mesclar as essas plantas com tons de verdes e com plantas floríneas, que na época de floração devem ter seu espaço garantido.

Abaixo damos alguns exemplos que você pode empregar no seu jardim. Algumas até possuem flores, mas o grande destaque ornamental é sem dúvidas de suas folhas:

Iresine (Iresine herbstii)

Foto: Planta Sonya

Arbusto ereto com folhas ovaladas de nervuras vermelhas e aspecto suculento, podendo atingir até 1,2 m. Deve ser cultivada no sol, formando maciços ou em linhas, criando contornos. Há ainda uma variedade com folhas verdes e nervuras amarelas.

Cinerária (Sinecio douglasii)

Foto: Faz Fácil

Herbácea perene com crescimento até 30 cm de cor prateada. Cultivada em pleno sol e fica muito bonita em bordaduras, porém a cada dois anos deverá ser substituída pois perde o vigor. Possui floração, mas é de importância ornamental secundária.

Leia Rubra (Leea guineenses)

Foto: Floricultura Bertoldi

Arbusto ereto geralmente cultivado isoladamente pois atinge de 2 a 3 m de altura. Também pode ser utilizado para criar linhas, como divisas de propriedades e espaços. Deve ser cultivada no sol ou meia-sombra, mas no sol destaca mais o tom avermelhado.

Pleomele variegada (Dracena reflexa)

Foto: Severin Candrian | Unsplash

Arbusto grande ereto, podendo atingir 2 a 3 m. As folhas concentram o tom verde, bordeado por tons creme e amarelos. Não tolera baixas temperaturas e pode ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Proporciona muita luminosidade ao jardim.

Agave dragão (Agave attenuata)

Foto: Pixabay

Subarbusto perene de caule curto, cor verde-prateada cujas folhas formam uma roseta. Pode atingir 1,5 m de altura. Gosta de muito sol e não tolera frio. Não é muito exigente com rega e a propagação é feita por mudas que surgem em grande abundância.

Cróton (Codiaeum variegatum)

Foto: Pixabay

Grande arbusto lenhoso que chega a altura de 2 a 3 m com folhas de tons vermelhos, laranjas e amarelos, mesclados com verde. Pode ser plantado isoladamente, em linha ou em grupos. Exige boa drenagem e muito sol para estar radiante.

Dracena vermelha (Cordyline fruticosa)

Foto: David Clode | Unsplash

Arbusto ereto, semi-lenhoso de até 2,5 m de altura com uma coloração vinho. Pode ser plantada em maciços ou na formação de faixas que podem beirar muras e dividir espaços. Há variedades com listras verdes, acobreadas, rosas e esbranquiçadas.

Lambari-roxo ou Trapoeraba (Tradescantia zebrina)

Foto: Christian Petzold | Unsplash

Herbácea perene, atinge até 25 cm. Possui folhas carnosas arroxeadas com estrias na face inferior. Pode ser plantada como planta pendente ou para forração de canteiros. Pode ser cultivada no sol ou meia sombra.

Abacaxi-roxo (Tradescantia spathacea)

Foto: Sítio da Mata

Herbácea que quase não possui caule de até 40 cm de altura. Folhas em roseta verdes na parte de cima e roxas na face inferior. Muito rústica, pode ser cultivada a pleno sol e meia-sombra, serve para forração, bordaduras e maciços.

Maranta Zebrada (Ctenanthe burle-marxii)

Foto: eColheitas

Herbácea perene de até 25 cm de altura. Folhas firmes distribuídas em forma de pena ao longo da nervura principal. Tons prateados e verdes predominam na face de cima e tons arroxeados na face inferior. Deve ser cultivada a meia-sombra com boa rega, mas em solo bem drenado.

Maranta Pena de Pavão (Calathea makoyana)

Foto: Calathea Makoyana Kae Anderson | Unsplash

Herbácea sem caule com altura até 40 cm. Folhas ovaladas com linhas brancas na transversal e arroxeadas na parte de baixo. Aplica-se principalmente em maciços e renques. Muito exigente com água e não tolera frio. Deve ser plantada a meia-sombra ou sombra.

Caetê Bravo (Stromanthe thalia)

Foto: Orquídeas no Apê

Herbácea ereta e ramificada com folhas verde e brancas na parte de cima e arroxeadas na face de baixo. Atinge até 1,5m de altura. Cultivada em touceira isolada ou em grupo. Não tolera o frio e deve ser cultivada a meia-sombra.



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais