Notícias

Novo coronavírus pode ter surgido antes de dezembro, sugere nova reportagem

Compartilhe:     |  19 de março de 2020

O primeiro caso do novo coronavírus, causador da doença chamada Covid-19, foi identificado no final do mês de dezembro de 2019, na cidade Wuhan, na China. Mas uma nova reportagem sugere que o primeiro caso da doença foi registrado, na verdade, no dia 17 de novembro de 2019 – antes mesmo das autoridades de saúde locais descobrirem o novo vírus.

Segundo o jornal South China Morning Post, que teve acesso a informações do governo chinês, o primeiro paciente – chamado de “paciente zero” diagnosticado com o novo vírus foi um homem de 55 anos.

Ainda que a informação, segundo a reportagem, não seja conclusiva, outros nove casos registrados em novembro também aparentam estar ligados com o coronavírus.

Entre os novos possíveis casos, estão quatro homens e cinco mulheres, que tiveram o diagnóstico de uma pneumonia não identificada.

Foi apenas após o início da pandemia – em 31 de dezembro de 2019 – que médicos e cientistas começaram a identificar a possibilidade de um novo vírus ter surgido.

Outro grupo de pacientes, que aparentavam ter a “pneumonia de causa desconhecida”, foi identificado no dia 21 de dezembro de 2019.

Ainda que autoridades de saúde tentassem alarmar a população e as organizações locais sobre a possibilidade de um novo vírus ter surgido – como o oftalmologista LI Wenliang, que morreu no dia 7 de fevereiro deste ano pelo coronavírus e havia sido questionado pelas autoridades locais, em dezembro, sobre suas convicções -, a Organização Mundial da Saúde foi notificada do problema apenas no fim de dezembro.

Até o momento, foram registrados mais de 170 mil pacientes infectados com o vírus em todo o mundo.



Fonte: Exame - Maria Eduarda Cury



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: saiba tudo sobre o assunto

Leia Mais