Notícias

Nutrição animal e planejamento de ações garantem mais produção de leite

Compartilhe:     |  12 de janeiro de 2019

Para que a atividade leiteira possa ser competitiva, fatores como genética e nutrição animal são fundamentais para que os resultados possam ser cada vez melhores. Isso está cada vez mais presente em muitas propriedades da região.

Cooperados da Primato, com sede em Toledo, recebem pela assistência técnica informações precisas que comprovam que o investimento aplicado faz a diferença no resultado e no rendimento. E, com isso, a linha de rações da própria cooperativa está contribuindo para que o cooperado tenha maior rentabilidade e também que o leite produzido seja de alta qualidade.

Um dos exemplos vem da Linha Padovani, em Catanduvas. “Temos uma área de 10,2 alqueires, onde produzimos na lavoura silagem e o restante para atividade leiteira”, explicou o produtor Abraão Motta. Na propriedade trabalham os filhos e a esposa.

Com relação à nutrição animal, o cooperado fez questão de destacar a ração como propulsora de melhor produtividade e na sanidade do plantel. “Temos um plantel de 85 animais, sendo 46 em lactação, com uma média geral de 29 litros cada”, comentou Abrão, que complementou: “há quase dois anos utilizamos a ração especial e desde então percebemos que a sanidade dos animais está muito melhor, sem contar que nossa média de leite aumentou e trouxe mais qualidade, então, classifico como uma das melhores que já utilizei”.



Fonte: O Paraná



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais