Notícias

infográfico mostra o mapa do comércio de animais ao redor do mundo

Compartilhe:     |  26 de junho de 2015

Na semana passada, a edição americana da revista National Geographic publicou um infográfico, o primeiro de uma série, que mostra dados gerais sobre o comércio de animais ao redor do mundo. As informações são da CITES, a Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção. O rastreamento dos locais de oferta e demanda é fundamental para identificar onde ocorre o tráfico ilegal. Estudos sugerem que chegar aos países-chave pode quebrar toda a rede criminosa.

Foram levantados 13 milhões de dados, que representam o comércio de 34 000 espécies em 181 países. Nem todas são consideradas ameaçadas de extinção, mas podem mudar de categoria caso as transações entre nações não seja controlada de perto. Alguns destaques surpreenderam, como o fato que os Estados Unidos são os maiores exportadores de macacos rhesus, uma das espécies mais usadas em pesquisas médicas.

Disse John Scanlon, secretário da CITES: “regulamos o comércio internacional de vida selvagem para garantir que é legal, sustentável e rastreável, além de ter certeza de que esses acordos não prejudicam a sobrevivência das espécies na natureza”.

Veja a lista, com números referentes a 2013, com os animais que mais são comercializados e para que são usados.

O mapa do comércio internacional de animais

Répteis

Répteis

Foram comercializados 15 606 413 animais, em sua maioria para o uso da pele em relógios, malas, móveis e sapatos. O país que mais importa, e também que mais exporta, é os Estados Unidos.

Peixes

Peixes

Foram 3 732 311 de exemplares, usados principalmente em aquários e para a medicina chinesa. O alto valor agregado ao caviar, especialmente na Europa e na América do Norte, também faz com que o comércio seja vulnerável a acordos ilegais e não registrados. O país que mais importa é a China, e o que mais exporta é a França.

Pássaros

Pássaros

Um total de 3 347 883 de aves, que costumam virar objetos ornamentais, para exposição em zoológicos, ou mesmo para uso pela indústria de chapéus decorativos. O país que mais importa é a Rússia, e o que mais exporta é a França.

Corais

Corais

Foram 2 010 405 corais, coletados para decorar aquários. Ainda assim, a maior ameaça ao ecossistema é o aquecimento global, não o comércio ilegal. O país que mais importa é os Estados Unidos, e o que mais exporta é a Indonésia.

Mamíferos

Mamíferos

A conta: 1 360 311 de exemplares, com diferentes aplicações na indústria. Usa-se cabelo, pele, rabo, dentes, esqueleto, carne, pés, orelhas, e os corpos inteiros. O país que mais importa, e também que mais exporta, é os Estados Unidos.



Fonte: Veja - Da redação



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais