O lixo em questão

O que podemos fazer para reciclar mais plásticos?

Compartilhe:     |  27 de junho de 2020

Nos últimos anos o plástico vem sendo apontado como vilão do meio ambiente. Mas será que o problema está no plástico ou na maneira como ele é gerenciado?

O uso de plástico é indispensável para diversas áreas como saúde, alimentação, farmacêutica e automobilística, por ser um material leve e que evita contaminação.

E mesmo sendo um material reciclável, as taxas de reaproveitamento do plástico ainda são muito baixas – o que comprova que o setor ainda tem muito para crescer.

De acordo com um estudo elaborado pela ONU Meio Ambiente, intitulado “O Estado dos Plásticos”, estima-se que cerca de 5 trilhões de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo, a cada ano. Isso significa que quase 10 milhões de sacolas plásticas são consumidas por minuto.

O estudo não foi feito para apontar a problemática do plástico, mas sim, mostrar o que pode ser feito para um melhor gerenciamento deste resíduo. O documento diz como o governo, as empresas e a sociedade podem continuar usando o plástico, sem que este material traga prejuízos ao meio ambiente.

Soluções para o plástico

O documento da ONU Meio Ambiente traz uma série de exemplos de ações promovidas por governos de vários países e também apresenta sugestões para um melhor gerenciamento deste resíduo. “Os resíduos plásticos devem ser vistos como um recurso e não como uma maldição. Os governos precisam melhorar a gestão e conceder incentivos financeiros para mudar os hábitos dos consumidores, dos varejistas e dos fabricantes”, diz um trecho do estudo.

O documento também mostra o papel das empresas em adotar um melhor gerenciamento do plástico, ou seja, fala da responsabilidade de desenvolver produtos que sejam duráveis e que possam ser reutilizados inúmeras vezes, através da reciclagem.

No entanto, é válido ressaltar que a adoção de soluções ambientalmente corretas é um processo em constante evolução e um trabalho que depende da participação de todos os setores da sociedade.

Por isso, é fundamental que empresas, governos, ongs e cada indivíduo incentivem a economia circular, como solução imediata para um melhor gerenciamento dos resíduos plásticos. E isso, pode começar com aquilo que está no nosso dia a dia, como os copos plásticos descartáveis.

Programa de Reciclagem de Copos

Braskem, em parceria com a Dinâmica Ambiental, desenvolveu um Programa de Logística reversa de Copos Descartáveis, que visa reciclar copos de polipropileno (PP) que são usados em ambientes corporativos. A escolha deste material se deve ao fato do polipropileno ser um termoplástico 100% reciclável, ou seja, ao ser submetido a altas temperaturas, torna-se maleável e possível de ser transformado em novos produtos.

Além de dar um destino correto aos copos de polipropileno (PP), o programa também orienta e incentiva organizações de diferentes setores da economia, a instituírem da melhor forma os procedimentos de logística para o destino correto de copos plásticos após o seu uso.

O programa é realizado desde 2018 e conta com o apoio de empresas como a AltacoppoCopobras e Jaguar Plásticos. As empresas que desejarem fazer parte desta iniciativa – e dar um destino correto aos copos descartáveis – podem entrar em contato com a equipe da Dinâmica Ambiental, que passará todas as informações sobre como é feita a logística reversa dos copos descartáveis.



Fonte: Pensamento Verde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais