Notícias

O que são ftalatos e como eles colocam em risco a saúde das crianças?

Compartilhe:     |  1 de março de 2021

Você pode não perceber, mas provavelmente encontrará ftalatos todos os dias. Esses produtos químicos são encontrados em muitos plásticos, incluindo embalagens de alimentos, e podem migrar para os produtos alimentícios durante o processamento. Eles estão em produtos de higiene pessoal, como xampus, sabonetes e detergentes para a roupa, e no piso de vinil em muitas casas.

Eles também estão nas notícias novamente, depois que um editorial de cientistas no American Journal of Public Health incluiu um apelo urgente por uma melhor regulamentação federal dos produtos químicos.

Em particular, os cientistas estão pedindo às agências estaduais e federais que eliminem os ftalatos de produtos usados ​​por mulheres grávidas e crianças. Apesar das evidências dos danos que esses produtos químicos podem causar, a regulamentação federal dos Estados Unidos tem sido mínima, para além dos brinquedos infantis. Um movimento recente da marca de alimentos Annie’s, de propriedade da General Mills, para eliminar ftalatos de seu macarrão com queijo, sugere que regras mais rígidas são viáveis.

Então, qual é o risco e o que você pode fazer a respeito?

Sou um epidemiologista ambiental que estuda o impacto da exposição de mulheres grávidas a produtos químicos ambientais. Aqui estão as respostas a três perguntas importantes sobre ftalatos.

Quem está em risco?

Orto-ftalatos, comumente chamados de ftalatos, são produtos químicos sintéticos usados ​​para fabricar plástico. Eles ajudam a tornar o plástico mais flexível e mais difícil de quebrar.

Apesar de sua abundância em muitos produtos, os ftalatos podem ser prejudiciais para mulheres grávidas e seus filhos. Esses produtos químicos podem perturbar o sistema endócrino, as glândulas que liberam hormônios como mensageiros químicos do corpo. Estudos sugerem que isso pode levar mulheres grávidas a terem seus bebês prematuros. Outros estudos descobriram que crianças nascidas de mães expostas a altos níveis de ftalatos podem ter um QI mais baixo e pior desenvolvimento da comunicação social, e que essas crianças também têm maior probabilidade de desenvolver TDAH e problemas de comportamento. Os pesquisadores também encontraram efeitos no desenvolvimento genital de bebês do sexo masculino nascidos de mães expostas a ftalatos durante a gravidez.

Embora os ftalatos possam ser encontrados em quase todas as pessoas, descobriu-se que as mulheres das minorias são especialmente afetadas. Estudos mostram que muitos produtos de beleza direcionados a essas comunidades contêm altos níveis de produtos químicos.

Bebês e crianças pequenas podem apresentar níveis elevados de ftalato porque costumam colocar produtos plásticos na boca enquanto exploram o mundo.

Os ftalatos podem entrar nos alimentos em muitos lugares da cadeia de abastecimento, incluindo tubos de plástico para líquidos durante a produção, recipientes de armazenamento de plástico e até luvas de preparação de alimentos. Os alimentos ricos em gordura, em particular, podem absorver ftalatos por exposição durante o processamento. Comer fora não evita o risco. Um estudo com crianças e adultos americanos mostrou que aqueles que comiam fora de casa tinham níveis mais altos de ftalato.

Como posso saber se um produto contém ftalatos?

Descobrir quais produtos têm altos níveis de ftalatos nem sempre é fácil. Embora os ftalatos devam ser listados nos rótulos dos ingredientes, às vezes são incluídos como parte da fragrância, o que permite que sejam excluídos da lista de ingredientes.

Muitas empresas removeram voluntariamente os ftalatos, e muitos produtos de consumo agora são rotulados como “livres de ftalatos”. O site Skin Deep do Environmental Working Group’s também oferece uma maneira de pesquisar detalhes sobre produtos químicos em produtos de limpeza e cuidados pessoais.

Como faço para manter minha família segura?

Os ftalatos são rapidamente metabolizados e geralmente removidos do corpo assim que a exposição termina. Até que haja uma melhor regulamentação, algumas mudanças simples podem fazer uma grande diferença na promoção da saúde e na redução dos níveis de ftalato em casa.

Uma mudança fácil é trocar todos os recipientes de embalagem de alimentos de plástico por recipientes de vidro. Se isso não for possível, é melhor deixar os alimentos esfriarem até a temperatura ambiente antes de colocá-los em recipientes plásticos de armazenamento de alimentos.

Não coloque nada de plástico no micro-ondas, porque os ftalatos podem migrar de recipientes de armazenamento de alimentos, para os alimentos.

Você também pode reduzir a exposição ao ftalato verificando os rótulos, para evitar o uso de produtos que incluem ftalatos, comendo menos alimentos processados ​​que possam ter absorvido ftalatos durante a produção e cozinhando mais refeições em casa.

Fonte: The Conversation / Stephanie Eick
Tradução: Redação Ambientebrasil / Maria Beatriz Ayello Leite
Para ler a reportagem original em inglês acesse:
 https://theconversation.com/what-are-phthalates-and-how-do-they-put-childrens-health-at-risk-155841



Fonte: Ambiente Brasil



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

Leia Mais