Medicina Verde

O que são plantas medicinais e para que servem?

Compartilhe:     |  23 de janeiro de 2021

As plantas medicinais possuem princípios ativos que apresentam diversos benefícios

Dente-de-leão

Imagem de Ирина Задорожняя por Pixabay

As plantas medicinais são conhecidas por serem ricas em princípios ativos que ajudam a tratar determinados problemas de saúde. No início do século 21, cerca de 11% dos 252 medicamentos considerados básicos e essenciais pela Organização Mundial da Saúde eram exclusivamente de origem vegetal. Mas lembre-se: não substitua tratamentos convencionais. Para que uma planta medicinal seja eficaz, é preciso ingerir quantidades específicas e bem controladas. Por isso, não deixe de procurar ajuda profissional caso esteja buscando tratar alguma doença.

Muitos medicamentos contêm ingredientes derivados das plantas medicinais, afinal, essas plantas são ricas em nutrientes, vitaminas e outras substâncias muito benéficas para o corpo. Algumas dessas plantas são comumente utilizadas para fazer chás ou temperar as refeições, mas seu consumo deve ser moderado e, em determinados casos, como gravidez, antes de consumir, deve-se obter orientação médica.

Conheça algumas plantas medicinais e seus benefícios

Dente-de-leão

dente-de-leão apresenta uma boa variedade de vitaminas, como A, B6 e C, minerais e proteínas. A alta concentração de vitamina A e C (betacaroteno e ácido ascórbico) produz um efeito antioxidante. Tudo isso faz com que a planta seja diurética, previna cálculos biliares e ajude na limpeza do organismo.

O chá dessa planta medicinal também é associado ao emagrecimento. Para fazê-lo, você precisará de duas colheres de sopa de folhas de dente-de-leão e água fervente. Você também pode adicionar as folhas em suas refeições. As mais jovens são saborosas e podem ser incluídas, por exemplo, em saladas.

Erva-cidreira

erva-cidreira também tem muitos benefícios, ela pode acalmar, melhorar a digestão, controlar a pressão, aliviar a dor de cabeça, combater a insônia e a perda de apetite.

Suas folhas podem ser usadas para preparar um chá. Para isso, você pode usar duas colheres de chá de folhas para cada xícara de água ou, se preferir, usar as folhas da planta diretamente dentro de um recipiente com água, deixando ferver por até 20 minutos.

Uma observação importante é que essa planta não deve ser usada por gestantes, pois ela pode apresentar efeitos colaterais e estimular contrações uterinas.

Lavanda

lavanda pode aliviar tensões, combater insônia, ansiedade, nervosismo, dor muscular, acne e inflamações na pele.

Essa planta medicinal também é utilizada em produtos naturais, é conhecida por seus efeitos cosméticos e por servir como produto de limpeza. Antigamente, o óleo essencial extraído da lavanda era utilizado por romanos para atividades como lavar roupa, tomar banho e perfumar ambientes, além de suas flores serem usadas para decorar doces.

As folhas secas de lavanda podem ser utilizadas no banho, como forma de aromaterapia, ou em um chá, fervendo 10 gramas ou duas colheres de folhas secas picadas para cada meio litro de água.

Açafrão

açafrão é uma planta medicinal utilizada há 4 mil anos. Ele é extraído dos estigmas de flores de Crocus sativus e é usado principalmente como especiaria.

O açafrão é rico em antioxidantes, funciona como antiinflamatório e também é usado para pessoas que têm artrite e desejam aliviar o desconforto.

Camomila

A camomila é uma das plantas medicinais que pode ser usada contra a ansiedade. Há diversos estudos que evidenciam suas propriedades calmantes. Além disso, uma pesquisa também revelou seu potencial em tratamentos anticâncer. Além da ansiedade, um chá de camomila pode ajudar na insônia e no estresse.

Alho

alho possui efeitos antimicrobianos e é comumente utilizado para reduzir o colesterol e a pressão arterial. Além disso, essa planta medicinal pode ajudar a prevenir doenças cardíacas e melhorar a saúde digestiva.

O alho pode ser usado para temperar as refeições e fazer molhos, patês e chá.

Gengibre

gengibre é utilizado para aliviar náusea e enjôo e para combater sintomas de gripe e resfriado, como dores de garganta. Alguns estudos também já revelaram que ele pode acelerar o metabolismo e aumentar a sensação de saciedade, sendo adotado por algumas pessoas para emagrecer e devendo ser utilizado com cautela, porque pode causar irritações no estômago.

Manjericão

manjericão é uma erva comumente utilizada para massas e saladas, mas também é uma planta medicinal com muitos benefícios. Ele é rico em vitaminas e minerais, como vitamina K e ferro, sendo bastante útil para combater algumas doenças comuns.

Além disso, o manjericão pode ajudar a reduzir estresse, fortalecer ossos e fígado, aumentar a imunidade e o metabolismo e melhorar a digestão. Alguns estudos também relacionam essa planta à redução da perda de memória associada ao estresse e envelhecimento e à redução da depressão relacionada ao estresse crônico.

Alecrim

alecrim é rico em vitaminas e minerais que ajudam em muitas funções do corpo. Uma pesquisa do Therapeutic Advances in Psychopharmacology revelou que o aroma do alecrim pode melhorar a concentração, o desempenho e a velocidade de uma pessoa e, em menor grau, até seu humor.

Essa planta medicinal também é reconhecida por ajudar a memória, reduzir a inflamação, melhorar a circulação sanguínea e ajudar no crescimento do cabelo.

Tomilho

tomilho é uma erva popular, comumente utilizado para polvilhar refeições e acompanhar outros temperos. Ele é uma planta medicinal com propriedades antifúngicas e antibacterianas que podem ajudar a prevenir doenças, acalmar dores de garganta e tosse, melhorar a circulação sanguínea e tratar problemas respiratórios.

Além dessas propriedades, cientistas testaram os efeitos do tomilho na bactéria que causa acne e descobriram que ele também pode ser eficaz no tratamento de acne.

Boldo

O boldo, também conhecido como boldo-do-chile, é uma planta medicinal associada, em alguns estudos, às propriedades antioxidantes, combatendo os radicais livres. Historicamente, o chá de boldo e seus óleos essenciais são conhecidos por ajudarem em problemas digestivos e auxiliar em tratamentos de problemas hepáticos.

Erva-doce

erva-doce é uma das plantas medicinais com propriedades calmantes. Seu uso mais comum é para aliviar cólicas em bebês e auxiliar no tratamento de distúrbios do sono.

Alguns estudos sobre essa planta mostraram que o extrato de erva-doce pode reduzir os déficits de memória relacionados ao envelhecimento, enquanto outras pesquisas observaram que a planta pode aliviar ondas de calor durante a menopausa.

Salsa

A salsa é uma planta medicinal que pode ser benéfica à saúde óssea e digestiva. Ela possui alta concentração de antioxidantes e vitamina K, sendo potente para o corpo. Geralmente, ela é utilizada para dar mais sabor às refeições.



Fonte: Equipe Ecycle



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Veterinária dá dicas para cuidar da saúde dos olhos de animais domésticos

Leia Mais