Notícias

O uso de cerol em pipas coloca em risco também os animais silvestres

Compartilhe:     |  29 de março de 2019

O cerol é uma mistura de cola com vidro moído ou limalha de ferro e tem como objetivo cortar a linha da pipa do adversário. Outro tipo, chamado linha chilena, é ainda mais cortante do que o cerol e leva em sua composição uma mistura de óxido de alumínio e quartzo moído.

Com a expansão dos centros urbanos, a fauna silvestre tem perdido espaço e se aproximado cada vez mais das cidades, ficando exposta a perigos desse tipo. Em Jundiaí (SP), por exemplo, a Associação Mata Ciliar (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) recebeu 23 animais acidentados por linha de cerol, no ano passado. Em 2017, foram 22 casos deste tipo.

Essas ocorrências se dão com mais frequência entre os meses de dezembro e janeiro, período de férias escolares, em que aumenta o número de pessoas que empinam pipa como forma de lazer.

Consequências

Geralmente, os ferimentos causados pelo cerol de pipa são graves, principalmente nas asas das aves. Na maioria das vezes, é preciso fazer a amputação completa do membro atingido.

As aves que sobrevivem aos cortes e amputações ficam com sequelas para o resto da vida. Sendo assim, são poucos os animais feridos que conseguem voltar à vida livre, tendo de viver para sempre limitados em cativeiro.

Algumas das espécies mais comuns de serem atingidas pelo cerol são o periquitão-maracanã, periquito-rico, bem-te-vi, pardal, andorinha e diferentes aves de rapina como gavião-carijó, corujinha-do-mato, carcará e gavião-de-rabo-branco.

Ninhos também são atingidos

Não é somente em pleno voo que as aves são atingidas pelo cerol. Há espécies que constroem seus ninhos com qualquer material que encontrem no ambiente, como é o caso dos psitacídeos (arara-azul-grande, papagaio-verdadeiro, tuim, entre outros).
Se no ninho houver linhas com cerol, os filhotes iniciam o desenvolvimento já emaranhados nelas, o que causará sérios ferimentos e gangrenas, resultando na amputação de um membro.

Como ajudar

Se você encontrar uma ave ferida, acione autoridades como Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e Defesa Civil.

Você pode também ser um multiplicador de informações sobre os riscos vitais do uso de cerol em pipas. No Brasil, não existe uma Lei Federal que proíba a prática — alguns estados possuem legislação própria. Em São Paulo, por exemplo, a Lei 12.192 de janeiro de 2006 proíbe o uso e a venda do cerol em todo o território paulista. No entanto, a punição é branda. O descumprimento à lei prevê apenas o pagamento de uma multa de cerca de R$ 130. Quando o infrator é menor de idade, os pais são os responsáveis.



Fonte: Pensamento Verde - Vanessa de Oliveira



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Saiba como proceder em caso de envenenamento de cães e gatos

Leia Mais