Notícias

Óleo essencial de incenso é usado para tratar feridas, cuidar do cabelo, pele, entre outros usos

Compartilhe:     |  2 de outubro de 2020

óleo essencial de incenso, também chamado de óleo essencial de olíbano, é extraído da resina de árvores do gênero Boswellia. Ele é utilizado para fins espirituais, aromaterápicos, medicinais e cosméticos. Na Ásia, o olíbano era usado tradicionalmente como antimicrobiano e “limpador de sangue”. No ocidente, ele é utilizado principalmente em cuidados com a pele e cabelo.

Pare que serve o óleo essencial de incenso

Anti-inflamatório

Historicamente, o óleo essencial de incenso era usado com mais frequência como remédio para inflamações. Uma revisão de estudos mostrou que esse uso é realmente eficaz, especialmente para inflamação e dor.

Para usá-lo, dilua-o na proporção de uma gota de óleo essencial de incenso e aplique na pele para aliviar dores e inflamações. Não ingira óleo essencial de olíbano.

Antimicrobiano

Um dos usos mais antigos do olíbano é como curador de feridas. Um estudo mostrou que ele é eficaz para tratar feridas por suas propriedades antimicrobianas. O óleo essencial de incenso pode matar bactérias e outros micro-organismos causadores de infecção ou doenças.

Se sua infecção piorar, procure ajuda médica.

Faz bem para o coração

Pesquisas sugerem que o olíbano pode ter benefícios cardioprotetores por diminuir o nível de gordura no sangue e trabalhar como anti-inflamatório e antioxidante. A longo prazo, ele pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas, embora sejam necessários mais estudos.

Para usá-lo, aplique topicamente na proporção de uma a três gotas de óleo essencial de incenso em uma colher de sopa de óleo transportador. Aplique em áreas como o pescoço ou pulsos diariamente.

É aliado do fígado

Os benefícios antioxidantes do olíbano para o coração também valem para o fígado. Um estudo mostrou que os efeitos antioxidantes do óleo essencial de incenso poderiam ajudar a proteger as células do fígado. Outro estudo concluiu que o olíbano é eficaz contra a hepatite e a fibrose hepática por atuar como anti-inflamatório. Para usá-lo, aplique-o topicamente na proporção de uma gota de óleo essencial para uma colher de sopa de óleo transportador. Aplique em regiões do pescoço ou pulsos diariamente.

Efeitos colaterais do óleo essencial de incenso

O óleo essencial de incenso é seguro se usado corretamente. Se estiver usando o óleo essencial de incenso, use-o apenas topicamente ou difundido no ar como forma de aromaterapia. Ingerir óleo essencial de incenso apresenta riscos incertos e potencialmente adversos à saúde. Alguns são tóxicos.

O uso interno do olíbano é diferente do óleo essencial. Não ingira óleos essenciais.

Quando diluído com um óleo transportador, o uso tópico de óleo essencial de incenso apresenta poucos ou nenhum risco à saúde. Nunca aplique óleos essenciais não diluídos na pele. Isso pode causar queimaduras, inflamação ou reações indesejadas na pele.

Interrompa o uso de qualquer produto de olíbano (e procure ajuda médica) se você tiver alguns ou todos os seguintes efeitos colaterais:

Efeitos adversos e alergia

O uso tópico, mesmo quando diluído em óleo, apresenta seus próprios riscos menores, como reações alérgicas ou erupções cutâneas. Teste em uma pequena área da pele o óleo essencial diluído antes de usá-lo para qualquer finalidade à saúde, a fim de evitar efeitos colaterais e garantir que você não seja alérgico.

Interações com medicamentos são possíveis. Certifique-se de discutir os medicamentos que você toma com seu médico antes de usar o óleo essencial de incenso.

Uso de óleo essencial de olíbano para tratar câncer

Um estudo mostrou que o óleo essencial de olíbano pode ajudar a retardar e inibir o crescimento de células cancerígenas. No entanto, este estudo foi realizado em células fora do corpo humano em um ambiente de laboratório.

Um terceiro estudo também sugeriu que o olíbano pode induzir matar as células cancerígenas. Como antioxidante, o óleo essencial de incenso pode desempenhar um pequeno papel na redução do risco de câncer a longo prazo, se usado diariamente.



Fonte: Equipe Ecycle



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais